Diferenças entre edições de "Jigoro Kano"

623 bytes adicionados ,  16h24min de 14 de julho de 2019
Relação entre Kano e o jiu jitsu brasileiro.
(Relação entre Kano e o jiu jitsu brasileiro.)
Etiquetas: Editor Visual Possível conteúdo ofensivo
===A morte de Jigoro Kano===
Jigoro Kano nos legou vários manuscritos, nos quais em geral assinava com pseudônimos, dentre estes, um muito usado por ele era "Ki Itsu Sai" que quer dizer, tudo é unidade. Kano também era poliglota, pois falava quatro línguas além do japonês: francês, alemão, inglês e espanhol. Lamentavelmente a 4 de maio de [[1938]], morre Jigoro Kano de problemas pulmonares, a bordo do transatlântico "Hikawa Maru", quando voltava do Cairo, onde havia presidido a assembléia geral do comitê internacional dos [[Jogos Olímpicos|jogos olímpicos]]. Não houve para ele tempo de assistir a Universidade do Judô, mas tinha certeza da sua perpetuação. "Quando eu morrer, o Judô Kodokan não morrerá comigo, porque muitas coisas virão a ser desenvolvidas se os princípios de minha arte continuarem sendo estudados".
 
=== '''Kano e o jiu jitsu Brasileiro''' ===
Na Kodokan Jigoro Kano recebeu um jovem e o indicou como aluno para um dos professores da escola, Tsunejiro Tomita (4º Dan), o menor dos professores da Kodokan. Esse aluno era [[Mitsuyo Maeda]], mais conhecido como Conde Koma, que após viajar pelo mundo demonstrando e vencendo várias artes marciais pelos países que passava, acabou se instalando no Brasil, no estado do Pará. Foi em Manaus que Maeda teve entre seus alunos [[Carlos Gracie]] e [[Luiz França (mestre de jiu-jitsu)|Luiz França]], que posteriormente dariam origem as duas escolas de jiu jitsu brasileiras.
 
==Cronologia==
Utilizador anónimo