Diferenças entre edições de "Diamantina"

3 bytes adicionados ,  08h38min de 17 de julho de 2019
m
manutênção refs.
m (Foram revertidas as edições de 187.109.82.35 para a última revisão de O revolucionário aliado, de 01h18min de 22 de junho de 2019 (UTC))
Etiqueta: Reversão
m (manutênção refs.)
| gentílico = diamantinense<ref name="IBGE">{{citar web |url=http://www.ibge.gov.br/cidadesat/topwindow.htm?1 |titulo=IBGE Cidades@ |obra=O Brasil Município por Municipio |publicado=Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) |acessodata=19 de agosto de 2009 |arquivourl=https://web.archive.org/web/20120430164910/http://www.ibge.gov.br/cidadesat/topwindow.htm?1 |arquivodata=2012-04-30 |urlmorta=yes }}</ref>
| lema =
| padroeiro = [[Santo Antônio de Lisboa |Santo Antônio]]<ref>{{citar web|URLurl=http://www.descubraminas.com.br/Upload/Biblioteca/0000377.pdf |título=Lista por santos padroeiros |página=4 |autor=Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (SENAC) |publicado=Descubra Minas |acessodata=14 de setembro de 2017 |wayb=20170914163034}}</ref>
| CEP = 39100-000 a 39119-999<ref>{{citar web|URLurl=http://www.buscacep.correios.com.br/sistemas/buscacep/buscaFaixaCep.cfm |título=Busca Faixa CEP |autor=Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos |acessodata=1 de fevereiro de 2019}}</ref>
| prefeito = Juscelino Brasiliano Roque
| partido = MDB
<!-- Características geográficas -->
| área = 3869.830
| área_ref =<ref name ="IBGE_Área">{{citar web |url=http://www.ibge.gov.br/home/geociencias/cartografia/default_territ_area.shtm |título=Área territorial oficial |autor=IBGE |acessodata=5 de dezembro de 2010|data=10 out.de outubro de 2002|publicado=Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02)}}</ref>
| população = 47617
| data_pop = estimativa [[IBGE]]/2018<ref name="IBGE_Pop_2018">{{citar web |url=https://cidades.ibge.gov.br/brasil/mg/diamantina/panorama|título=Estimativa populacional 2018 IBGE| obra = |publicado=Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE)|data=29 de agosto de 2018 |acessodata = 1 de novembro de 2018}}</ref>
Antes da chegada dos [[Colonização do Brasil|colonizadores portugueses]], no [[século XVI]] (os primeiros relatos dão conta de expedições que subiram o [[Rio Jequitinhonha]] e [[Rio São Francisco|São Francisco]]), Diamantina, como toda a região do atual estado de Minas Gerais, era ocupada por povos [[Povos indígenas do Brasil|indígenas]] do tronco linguístico [[macro-jê]]<ref>http://www.cedefes.org.br/index.php?p=colunistas_detalhe&id_pro=7</ref>.
 
Diamantina foi fundada como Arraial do Tejuco em 1713, com a construção de uma capela que homenageava o [[Santo António de Lisboa|padroeiro Santo Antônio]]. A localidade teve forte crescimento quando da descoberta dos Diamantes em 1729. Em fins do século XVIII era a terceira maior povoação da Capitania Geral da Minas, atrás da capital Vila Rica, hoje [[Ouro Preto]], e com população semelhante à da próspera [[São João del-Rei]]. No século XVIII cresceu devido à grande produção local de diamantes, que eram explorados pela coroa portuguesa. Foi conhecida inicialmente como Arraial do Tejuco (ou Tijuco) (do [[Língua tupi|tupi]] ''tyîuka'', "água podre"<ref>http://www.fflch.usp.br/dlcv/tupi/vocabulario.htm</ref>), Tejuco e Ybyty'ro'y (palavra [[Língua tupi|tupi]] que significa "montanha fria", pela junção de ''ybytyra'' ("montanha") e ''ro'y'' ("frio").<ref name="NAVARRO, E. A. 2005. p.145">NAVARRO, E. A. ''Método Moderno de Tupi Antigo''. Terceira edição. São Paulo: Global, 2005. p.145</ref>. Durante o século XVIII, a cidade ficou famosa por ter abrigado [[Chica da Silva]], escrava alforriada que era esposa do homem mais rico do [[Brasil Colônia|Brasil Colonial]], [[João Fernandes de Oliveira]]<ref name="NAVARRO, E. A. 2005. p.145"/>.
 
Diamantina representou a maior lavra de [[diamante]]s do mundo [[Mundo ocidental|ocidental]] no [[Século XVIII]], e durante nove anos, a [[Monarquia de Portugal|Coroa Portuguesa]] não tomou conhecimento da descoberta de diamantes na região, o que foi feito pelo governador da [[Capitanias do Brasil|Capitania]], em 1729, o então [[Lourenço de Almeida|D. Lourenço de Almeida.]]
 
=== Clima ===
Segundo dados do [[Instituto Nacional de Meteorologia]] (INMET), referentes ao período de 1961 a 1962, 1972 a 1984, 1987 a 1988 e a partir de 1990, a menor [[temperatura]] registrada em Diamantina foi de {{fmtn|2.8|[[Grau Celsius|°C]]}} em 31 de julho de 1972,<ref name="Temp-mín-INMET"/> e a maior atingiu {{fmtn|35.8|°C}} em 8 de outubro de 1987.<ref name="Temp-máx-INMET"/> O maior acumulado de [[Precipitação (meteorologia)|precipitação]] em 24 horas foi de {{fmtn|186.2}} milímetros (mm) em 27 de março de 1995. Outros grandes acumulados iguais ou superiores a {{fmtn|100|mm}} foram {{fmtn|167.9|mm}} em 18 de janeiro de 1991, {{fmtn|134.8|mm}} em 4 de abril de 1987, {{fmtn|133.6|mm}} em 21 de janeiro de 1993, {{fmtn|132|mm}} em 28 de janeiro de 2013, {{fmtn|129.6|mm}} em 13 de janeiro de 1978, {{fmtn|122.6|mm}} em 28 de outubro de 1973, {{fmtn|121|mm}} em 30 de outubro de 2009, {{fmtn|112.6|mm}} em 24 de outubro de 2003, {{fmtn|107.7|mm}} em 27 de janeiro de 1977, {{fmtn|103.2|mm}} em 12 de fevereiro de 2004, {{fmtn|101.1|mm}} em 21 de janeiro de 2000 e {{fmtn|100.6|mm}} em 20 de março de 1994.<ref>{{citar web|URLurl=http://www.inmet.gov.br/projetos/rede/pesquisa/gera_serie_txt.php?&mRelEstacao=83538&btnProcesso=serie&mRelDtInicio=01/01/1961&mRelDtFim=31/12/2018&mAtributos=,,,,,,,,,,1,,,,,,|título=BDMEP - série histórica - dados diários - precipitação (mm) - Diamantina|publicado=Instituto Nacional de Meteorologia|acessodata=7/-7/-2018}}</ref> Janeiro de 1991, com {{fmtn|683.7|mm}}, foi o mês de maior precipitação.<ref>{{citar web|URLurl=http://www.inmet.gov.br/projetos/rede/pesquisa/gera_serie_txt_mensal.php?&mRelEstacao=83538&btnProcesso=serie&mRelDtInicio=01/01/1961&mRelDtFim=31/12/2018&mAtributos=,,,,,,,,,1,,,,,,,|título=BDMEP - série histórica - dados mensais - precipitação total (mm) - Diamantina|publicado=Instituto Nacional de Meteorologia|acessodata=7/-7/-2018}}</ref>
{{Tabela climática
|localidade = Diamantina
|Ano_hsol = 2272.3
 
|fonte = [[Instituto Nacional de Meteorologia]] (INMET) (normal climatológica de 1981-2010;<ref name="NCB_1981-2010">{{citar web|URLurl=http://www.inmet.gov.br/portal/index.php?r=clima/normaisclimatologicas|título=NORMAIS CLIMATOLÓGICAS DO BRASIL|publicado=Instituto Nacional de Meteorologia|acessodata=7/-7/-2018}}</ref> recordes de temperatura:<br />01/01/1961 a 25/10/1962, 16/02/1972 a 02/12/1981, 01/01/1987 a 31/12/1988 e 01/01/1990-presente)<ref name="Temp-mín-INMET">{{citar web|URLurl=http://www.inmet.gov.br/projetos/rede/pesquisa/gera_serie_txt.php?&mRelEstacao=83538&btnProcesso=serie&mRelDtInicio=01/01/1961&mRelDtFim=31/12/2018&mAtributos=,,,1,,,,,,,,,,,,,|título=BDMEP - série histórica - dados diários - temperatura mínima (°C) - Diamantina|publicado=Instituto Nacional de Meteorologia|acessodata=7/-7/-2018}}</ref><ref name="Temp-máx-INMET">{{citar web|URLurl=http://www.inmet.gov.br/projetos/rede/pesquisa/gera_serie_txt.php?&mRelEstacao=83538&btnProcesso=serie&mRelDtInicio=01/01/1961&mRelDtFim=31/12/2018&mAtributos=,,1,,,,,,,,,,,,,,|título=BDMEP - série histórica - dados diários - temperatura máxima (°C) - Diamantina|publicado=Instituto Nacional de Meteorologia|acessodata=7/-7/-2018}}</ref>
}}
 
=== Religião ===
{| class="wikitable"
|+Distribuíção Religiosa de Diamantina<ref>{{Citar web|url=https://cidades.ibge.gov.br/brasil|titulo=https://cidades.ibge.gov.br/brasil|acessodata=2018-11-29|obra=cidades.ibge.gov.br}}</ref>
!Religião
!Adeptos
|coordenadas=18º14'S 43º36'W
|ano=1997
|imagem=[[FileImagem:6010156 Diamantina.jpg|280px|Centro Histórico de Diamantina]]
}}
 
* {{CZEb}} [[Třeboň]]<ref>{{citar web |url = https://www.mzv.cz/brasilia/pt/relacoes_bilaterais/cidades_irm_s_trebon_e_diamantina.html |título=Cidades irmãs, Třeboň e Diamantina |publicado=Embaixada da República Tcheca em Brasília |data=9 de setembro de 2013 |acessodata = 28 de dezembro de 2013}}</ref>
*{{ITAb}} [[Sangano]]<ref>{{Citar web|url=http://gazetatijucana.blogspot.com/2009/04/estamos-orgulhosos-de-ver-o-nome-da.html|titulo=Gazeta Tijucana Blog|acessodata=2018-11-29|ultimo=Blog|primeiro=Postado por Gazeta Tijucana}}</ref>
*{{BRAb}} [[Brasília]]<ref>{{Citar periódico|data=2012-07-20|titulo=Geminação de cidades Brasileiras {{!}}&#124; eIntercambios|url=https://archive.fo/20120720234611/http://eintercambios.com/geminacao-de-cidades-brasileiras.html|jornal=archive.fo}}</ref>
 
== Diamantinenses ilustres ==