Abrir menu principal

Alterações

19 bytes adicionados ,  10h37min de 6 de abril de 2007
m
Correção do texto.~~~~
* '''Razão entre [[freqüência]]s''': as razões de menores números inteiros sendo mais consonantes do que as de número maior ([[Pitágoras]]). Muitas dessas definições não exigem afinações inteiras ''exatas'', apenas uma aproximação.
** '''Coincidência dos [[harmônico]]s''': consonância é a maior coincidência dos harmônicos ou dos [[Harmônica|parciais]] (''ondas parciais'' ou ''componentes''<ref>As ''ondas parciais'' podem ser [[harmônica]]s, quando suas freqüências correspondem a um número inteiro de vezes da freqüência [[Harmônica|fundamental]]&ndash;o primeiro harmônico&ndash; ou [[inarmônicas]], quando esta correspondência não é um número inteiro.&ndash;Ver: [[:en:Overtone#Musical usage term]] em inglês)</ref>) (coletivamente [[Sobretom|sobretons]]&ndash;[[Hermann von Helmholtz|Helmholtz]]). Segundo esta definição, a consonância não é dependente apenas do intervalo entre duas notas, mas dos parciais e, portanto, da qualidade do som ([[timbre]]) das próprias notas.
** '''Fusão ou coincidência de padrões''': os fundamentais podem ser percebidos pela coincidência de padrões na análise individual dos parciais para formar um modelo que melhor se ajuste harmonicamente (Gerson & Goldstein, 1978) ou pelos sub-harmônicos mais apropriados (Terhardt, 1974). Os harmônicos também podem ser juntados perceptivelmente numa única entidade, com as consonâncias sendo aqueles intervalos que são propensos a serem mais facilmente confundidos com os [[uníssono]]s, os [[intervalosIntervalo perfeito|intervalos perfeitos]]s, por causa das múltiplas estimativas dos fundamentais, que ocorrem nos intervalos perfeitos, para um [[Tonalidade|tom]] harmônico (Terhardt, 1974). Segundo estas definições, os parciais [[Harmonia|inarmônicos]], que de outra maneira seriam [[Espectro sonoro|espectros]] harmônicos, são processados separadamente (Hartmann et al., 1990), a menos que a freqüência e a [[amplitude]] sejam [[Modução (música)|moduladas]] de maneira coerente com os parciais harmônicos (McAdams, 1983). Para algumas dessas definições, a atividade neural (ver a seguir) fornece os dados para a identificação dos padrões. (Por exemplo, Moore, 1989; pp.183-187; Srulovicz & Goldstein, 1983).
** '''Duração do [[Período (física)|período]] ou coincidência com o [[Neurónio|disparo neural]]''': com a duração do disparo neural periódico, resultante do estímulo feito por duas ou mais [[onda]]s, números inteiros mais baixos criando períodos menores ou comuns ou maior coincidência entre o disparo neural e, portanto, consonância (Patternson, 1986; Boomsliter & Creel, 1961; Meyer, 1898; Roederer, 1973, p.145-149). Tons puros estimulam o cérebro, que responde exatamente com o mesmo período ou com múltiplos do período do tom puro produzido.
* '''[[Espectro sonoro|Banda crítica]]''': Consonâncias são [[Altura (música)|alturas]] bem distantes das bandas críticas.
1 208

edições