Diferenças entre edições de "Abóbada"

11 bytes removidos ,  01h20min de 24 de julho de 2019
m
Foram revertidas as edições de 2804:D4B:1604:D900:C93E:131E:CC8:6132 (usando Huggle) (3.4.9)
m (Foram revertidas as edições de 2804:D4B:1604:D900:C93E:131E:CC8:6132 (usando Huggle) (3.4.9))
Etiquetas: Huggle Reversão
 
{{mais notas|data=maio de 2015}}
[[Imagem:Voûte de l'église Saint-Séverin à Paris.jpg|thumb|250px|Abóbadas góticas na igreja de [[Saint-Séverin]] de Paris.]]
A '''abóbada''' é uma construção em forma de enrico palafitaarco com a qual se cobrem espaços compreendidos entre muros, pilares ou [[coluna]]s.<ref name="concise">{{citar web|url=http://concise.britannica.com/ebc/article-9381834/vault|título=Vault|publicado=Encyclopædia Britannica|acessodata=2007-07-18|arquivourl=https://web.archive.org/web/20070522214831/http://concise.britannica.com/ebc/article-9381834/vault|arquivodata=22 de maio de 2007|urlmorta=yes}}</ref> Compõe-se de peças lavradas em pedra especialmente para este fim, denominadas [[aduela]]s, ou de [[tijolo]]s apoiados sobre uma estrutura provisória de madeira, o [[cimbre]].
 
Embora de uso generalizado no [[Império Romano]], a construção de abóbadas constituiu o principal problema [[arquitetura|arquitetônico]] da [[Idade Média]] europeia. O desafio de construí-las foi um dos fatores que impulsionaram a evolução da ''arquitetura ocidental''.