Abrir menu principal

Alterações

sem resumo de edição
 
==Resumo da prova==
===Bastidores sul-africanos===
Esta foi a primeira vez desde [[Temporada de Fórmula 1 de 1971|1971]] que a primeira corrida de uma temporada não contou com a presença do campeão dos pilotos do ano anterior ([[Jochen Rindt]] faleceu nos treinos para o [[Grande Prêmio da Itália de 1970]] e foi campeão póstumo graças à vitória de [[Emerson Fittipaldi]] nos [[Grande Prêmio dos Estados Unidos de 1970|EUA]]). [[Nigel Mansell]], campeão de [[Temporada de Fórmula 1 de 1992|1992]], transferiu-se para a [[Champ Car|Fórmula Indy]], onde conquistou o título [[Temporada da CART World Series de 1993|em seu ano de estreia]]. Assim a [[Williams Grand Prix Engineering|Williams]] ficou impossibilitada de ostentar o número #1, e atribuiu o número #2 para designar [[Alain Prost]] e o #0 para [[Damon Hill]], nesse último caso uma medida inédita desde o [[Grande Prêmio dos Estados Unidos de 1973]] quando [[Jody Scheckter]] defendia a [[McLaren]].
 
===Treinos===
Demitido pela [[Scuderia Ferrari|Ferrari]] após o [[Grande Prêmio do Japão de 1991]] por críticas acerbas à equipe,<ref name=nyt>{{citar jornal| url = http://www.nytimes.com/1991/10/30/sports/sports-people-auto-racing-prost-is-dropped-from-ferrari-team.html |acessodata= 2015-04-02 |data= 1991-10-30 |título= Sports People: Auto Racing; Prost is dropped from Ferrari team |obra=[[The New York Times]] |publicado= [[The New York Times Company]]}}</ref> [[Alain Prost]] permaneceu fora das pistas e como reflexo do domínio imposto pela [[Williams Grand Prix Engineering|Williams]], o nome do francês surgiu como candidato a uma vaga no time de Grove a partir do fim de semana do [[Grande Prêmio da Grã-Bretanha de 1992]] numa torrente de boatos envolvendo os nomes de [[Nigel Mansell]] e [[Ayrton Senna]],<ref>{{citar web || url=http://www.folha.uol.com.br/ || titulo= Três escuderias disputam três pilotos. Disponível na Folha de S.Paulo, 11/07/1992||acessodata=2 de abril de 2015}}</ref> mas graças ao poderio da [[Renault]] e da [[Elf Aquitaine|Elf]], Alain Prost foi contratado por dois anos como substituto de Nigel Mansell que assinou contrato para correr na [[Champ Car|Fórmula Indy]] onde foi [[Temporada da CART World Series de 1993|campeão]] pela [[Newman/Haas/Lanigan Racing|Newman-Haas]].
 
==Notas==
* Com a transferência de [[Nigel Mansell]] para a [[Champ Car|Fórmula Indy]], a [[Temporada de Fórmula 1 de 1993|temporada de 1993]] foi a primeira desde [[Temporada de Fórmula 1 de 1971|1971]] onde o atual campeão mundial não defendeu seu título. Assim a [[Williams Grand Prix Engineering|Williams]] usou o número #2 para designar [[Alain Prost]] e o #0 para [[Damon Hill]], nesse último caso uma medida inédita desde [[Temporada de Fórmula 1 de 1973|1973]].
* Apenas cinco pilotos cruzaram a linha de chegada: [[Gerhard Berger]] e [[Derek Warwick]] foram classificados em sexto e sétimo por cumprirem mais de três quartos da corrida.
* Última corrida disputada na [[África do Sul]].
28 507

edições