Diferenças entre edições de "Densidade populacional"

886 bytes adicionados ,  05h24min de 27 de julho de 2019
mais algumas fontes
m (Foram revertidas as edições de 2804:388:6079:277B:7013:B51B:9136:B113 para a última revisão de Douglasboavista, de 23h22min de 31 de maio de 2019 (UTC))
Etiqueta: Reversão
(mais algumas fontes)
[[Ficheiro:Tokyo01.jpg|thumb|[[Tóquio]], a maior [[metrópole]] do mundo, possui uma das maiores densidades populacionais '''em cidades'''. Na foto, um dos cruzamentos mais movimentados do planeta.]]
 
'''Densidade demográfica''', '''densidade populacional''' ou '''população relativa''' é a medida expressa pela relação entre a [[população]] e a superfície do [[território]], geralmente aplicada a seres humanos, mas também em outros seres vivos (comumente, animais).<ref>{{citar web|URL=https://super.abril.com.br/mundo-estranho/quanto-espaco-ocupam-todos-os-seres-humanos-da-terra/|título=Quanto espaço ocupam todos os seres humanos da Terra?|autor=Tiago Cordeiro|data=4 de julho de 2018|publicado=Super Interessante - Mundo Estranho|acessodata=27 de julho de 2019}}</ref> É sempre expressa em habitantes por [[quilómetro quadrado|quilômetro quadrado]].
 
O país com a maior densidade populacional é o [[Mónaco|Mônaco]]<ref>{{citar web|URL=https://www.bbc.com/portuguese/vert-cap-43309730|título=O país que não tem mais onde abrigar milionários|autor=Katie Beck|data=7 de março de 2018|publicado=BBC News|acessodata=27 de julho de 2019}}</ref> e com a menor é a [[Mongólia]].<ref>{{citar web|URL=https://brasil.elpais.com/brasil/2015/01/30/internacional/1422641604_479888.html|título=Viagem à capital mais poluída do globo: desenvolvimento econômico cria uma atmosfera irrespirável em Ulan Bator, na Mongólia|autor=Zigor Aldama|data=14 de fevereiro de 2015|publicado=El País|acessodata=27 de julho de 2019}}</ref>
O país com a maior densidade populacional é o [[Mónaco|Mônaco]] e com a menor é a [[Mongólia]].
 
== Brasil ==
Segundo estatísticas do [[Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística]] (IBGE), o [[Brasil]] possui uma população de {{fmtn|202768562}} habitantes (2014)<ref name="Pop_IBGE_2014">{{citar web|url=ftp://ftp.ibge.gov.br/Estimativas_de_Populacao/Estimativas_2014/estimativa_dou_2014.pdf|título=ESTIMATIVAS DA POPULAÇÃO RESIDENTE NO BRASIL E UNIDADES DA FEDERAÇÃO COM DATA DE REFERÊNCIA EM 1º DE JULHO DE 2014|data=28 de agosto de 2014|publicado=Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística|acessodata=28 de agosto de 2014}}</ref> em uma área de {{fmtn|8515767.049|km²}},<ref name = "Área">{{citar web |url=http://www.ibge.gov.br/home/presidencia/noticias/noticia_visualiza.php?id_noticia=2267&id_pagina=1|titulo= IBGE apresenta nova área territorial brasileira: 8.515.767,049 km²|acessodata= 28 de novembro de 2012|publicado=[[Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística]]}}</ref> resultando em uma densidade demográfica de {{fmtn|23.8}} [[habitante]]s por [[quilômetro quadrado]].
 
A ocupação humana é maior no [[litoral]] ou numa zona de até 520 quilômetros. Isto se explica porque no início da [[colonização]] brasileira estas foram as primeiras áreas a ser ocupadas. Nesta área é forte a presença [[economia|econômica]] da [[indústria]], da [[agropecuária]] enquanto que no interior, além da última, é notável a [[mineração]]. Em [[Minas Gerais]] e em [[São Paulo (estado)|São Paulo]] a ocupação humana seguiu este padrão, determinada pela colonização original de [[Portugal|portugueses]]. No [[Região Sul do Brasil|Sul]] a ocupação foi mais lenta e contou com a ajuda de [[Itália|italianos]] e [[Alemanha|alemães]], devido à estruturação determinada pelo [[governo]] para a ocupação da região.
 
Na [[Região Norte do Brasil|Região Norte]] ainda existem grandes vazios urbanos em função da gigante interiorização e de grandes áreas ainda intocadas, como a ocupada pela [[Amazônia|Floresta Amazônica]].
410

edições