Diferenças entre edições de "Parentesco"

3 bytes removidos ,  23h58min de 28 de julho de 2019
m
apenas remoção de espaço extra, artigo continua original.
m (Foram revertidas as edições de 2804:431:D725:63BE:B1BA:BAFA:7735:A08 para a última revisão de O revolucionário aliado, de 23h43min de 28 de julho de 2019 (UTC))
Etiqueta: Reversão
m (apenas remoção de espaço extra, artigo continua original.)
[[File:Tabela de Parentescos.png|thumb|377x377px|Relações de parentesco em português. Os sistemas terminológicos de parentesco podem ser completamente diferentes de uma [[sociedade]] a outra. Dentro dessa classificação antropológica, o sistema lusófono corresponde ao sistema esquimal de parentesco.|alt=]]A lei brasileira ([[Código Civil brasileiro|Código Civil]], arts. 1594 e 1595) só considera como parentes colaterais até o quarto grau (sendo cada grau contado a partir do número de intermediários entre o ancestral em comum). Já o parentesco em linha direta não tem este limite. A tabela de parentesco também é muito importante para fins eleitorais.<ref>[http://miss.tse.jus.br/eleicoes/elei2002/parentesco.htm Tabela de graus de parentesco], visitada em 21 de outubro de 2014</ref>
 
Popularmente, os primos reconhecidos pela lei (parente em quarto grau) são chamados de "primo de primeiro grau". A partir daí, todos os outros primos são chamados de primos de 2º, 3º, 4º grau, etc. Por exemplo, o filho do primo é chamado de primo-sobrinho e o primo do pai é chamado de primo-tio, sendo os dois filhos de dois primos diferentes primos de terceiro grau entre si, e assim por diante. Mas as definições variam de pessoas para pessoas. Há quem considere desta maneira:
* Irmãos — são os que têm os mesmos pais.
* Primos — são os que têm os mesmos avós (paternos ou maternos).
Os filhos dos primos nesse caso seriam os "primos intermediários" (1 grau e meio, 2 graus e meio, 3 graus e meio), ou para outras pessoas são sobrinhos em segundo grau e para outras pessoas são primos-sobrinhos.
 
Para outras pessoas, sobrinhos em segundo grau são netos de seus irmãos, o mesmo que "sobrinhos-netos". Portanto, as definições e interpretações variam muito e todas podem ser consideradas corretas, embora nenhuma delas seja exatamente oficial, ou legal. Fora da esfera legal, a questão de consideração de parentesco varia de acordo com a percepção individual de cada um.
 
Os netos dos primos são chamados de "primos-sobrinhos-netos" e os primos dos avós são chamados de "primos-tios-avós".