Diferenças entre edições de "DOI-CODI"

1 byte adicionado ,  22h04min de 29 de julho de 2019
sem resumo de edição
m (Protegeu "DOI-CODI": Vandalismo excessivo (progressivo) ([Editar=Permitir apenas utilizadores autoconfirmados] (expira a 10h09min de 15 de junho de 2020 (UTC)) [Mover=Permitir apenas utilizadores autoconfirmados] (expira a 10h09min de 15 de junho de 2020 (UTC))))
== Rio de Janeiro ==
No [[Rio de Janeiro (estado)|Rio de Janeiro]] o DOI funcionava no Quartel do 1º Batalhão da Polícia do Exército, no bairro da [[Tijuca]], na Rua Barão de Mesquita nº 425. No local foram presos, torturados e muitas vezes assassinados os militantes da luta armada naquela cidade.<ref>[http://WikiMapia.org/677792/1%C2%BA-BPE-1%C2%BA-Batalh%C3%A3o-da-Pol%C3%ADcia-do-Ex%C3%A9rcito 1º Batalhão de Polícia do Exército]</ref>
[[Ficheiro:Monumento Tortura Nunca Mais - Recife.jpg|thumb|[[Monumento Tortura Nunca Mais]], no [[Recife]].]]
 
Existe a ideia de transformar esse emblemático local em centro de memória, à semelhança da [[Escola de Mecânica da Armada (ESMA)]] (da Marinha de Guerra), onde funcionavam as câmaras de tortura da ditadura militar argentina.<ref>{{Citar web |url=http://www.ibase.br/modules.php?name=Conteudo&pid=850 |titulo="Democracia Viva" |acessodata=2008-10-23 |arquivourl=https://web.archive.org/web/20070611014915/https://www.ibase.br/modules.php?name=Conteudo&pid=850 |arquivodata=2007-06-11 |urlmorta=yes }}</ref>
 
== Recife ==
 
[[Ficheiro:Monumento Tortura Nunca Mais - Recife.jpg|thumb|[[Monumento Tortura Nunca Mais]], no [[Recife]].]]
No [[Recife]], então a terceira maior metrópole do país, o DOI-CODI estava localizado ao lado do antigo quartel do 4º Exército.<ref>{{citar web|URL=http://g1.globo.com/pernambuco/noticia/2014/04/ex-presos-politicos-revelam-onde-se-praticava-tortura-no-recife.html|título=Ex-presos políticos revelam onde se praticava tortura, no Recife|autor=|data=|publicado=G1|acessodata=19 de julho de 2014}}</ref><ref name="Metrópoles">{{citar web|URL=http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0103-40142006000200017&script=sci_arttext|título=O deslocamento da população brasileira para as metrópoles|autor=Fausto Brito|data=|publicado=SciELO Brasil|acessodata=19 de julho de 2014}}</ref> No local, assim como ocorreu nos Destacamento de Operações de Informações em São Paulo e no Rio de Janeiro, foram presos, torturados e muitas vezes assassinados os militantes da luta armada contra o Regime Militar no Brasil.<ref>{{citar web|URL=http://g1.globo.com/jornal-da-globo/noticia/2014/04/forcas-armadas-vao-investigar-casos-de-tortura-durante-o-regime-militar.html|título=Forças Armadas vão investigar casos de tortura durante o regime militar|autor=|data=|publicado=G1|acessodata=19 de julho de 2014}}</ref>
 
18 553

edições