Diferenças entre edições de "Otão III do Sacro Império Romano-Germânico"

#Wikifontes.
(→‎Juventude: Correção)
Etiquetas: Edição via dispositivo móvel Edição feita através do sítio móvel
(#Wikifontes.)
 
{{Sem-fontes|data=janeiro de 2012}}
{{Info/Nobre
|nome = Otão III
|religião = [[Igreja Católica|Catolicismo]]
}}
'''Otão III''' ([[junho]]/[[julho]] de [[980]] – {{dtlink|23|1|1002}}) foi o [[Lista de imperadores do Sacro Império Romano-Germânico|Imperador Romano-Germânico]] e [[Lista de reis da Itália|Rei da Itália]] de 996 até sua morte, além de [[Lista de monarcas da Alemanha|Rei da Germânia]] a partir de 983. Era filho do imperador [[Otão II do Sacro Império Romano-Germânico|Otão II]] e sua esposa [[Teofânia Escleraina]].<ref name=":0">{{Citar web|titulo=Otto III {{!}} Holy Roman emperor|url=https://www.britannica.com/biography/Otto-III|obra=Encyclopedia Britannica|acessodata=2019-07-31|lingua=en}}</ref>
 
== Juventude ==
Otão nasceu em [[Cassel]], uma localidade na cidade de [[Goch]], no atual distrito de [[Cleves (distrito)|Cleves]], pertencente ao estado da [[Renânia do Norte-Vestfália]], na [[Alemanha]]. Foi proclamado rei da Germânia em [[Verona]] em junho de 983, quando tinha apenas três anos de idade, e coroado em [[Aachen]] ([[Aix-la-Chapelle]]) em [[25 de dezembro]] do mesmo ano. Seu pai morreu quatro dias antes da cerimônia, mas a notícia de sua morte só chegou à Alemanha após a coroação.
 
No início de [[984]], [[Henrique II da Baviera]], que havia sido deposto como [[duque da Baviera]] por {{lknb|Otão|II}}, prendeu o pequeno Otão e forçou aceitarem sua regência como membro da casa reinante. Para reforçar sua posição, aliou-se ao rei [[Lotário de França]]. [[Willigis]], o arcebispo de [[Mogúncia]], líder do partido de Otão, induziu Henrique a liberar o jovem rei prisioneiro, recebendo de volta o [[Ducado da Baviera]]. Otão foi então devolvido a sua mãe, a princesa [[bizantina]] [[Teofânia Escleraina]], que serviu de [[Regência (sistema de governo)|regente]] a partir de então. Ela abandonou a política imperialista de seu marido e devotou-se completamente a aumentar a aliança entre a [[Igreja]] e o [[Sacro Império Romano-Germânico]].<ref name=":0" /> Ela não conseguiu, entretanto, evitar que a França se libertasse da influência alemã. Conseguiu tomar conta dos interesses nacionais do império no leste. Um de seus maiores sucessos foi conseguir manter a supremacia feudal sobre a [[Boêmia]].
 
Após a morte de Teofânia Escleraina em [[991]], a avó de Otão, [[Adelaide da Itália]], serviu como regente junto com Willigis até que Otão III atingisse a maioridade em [[994]].<ref name=":0" />
 
Otão teve como mentores [[Bernuardo de Hildesheim|Bernuardo]], o [[bispo]] de [[Hildesheim]], e [[Papa Silvestre II|Gerberto de Aurillac]], [[arcebispo]] de [[Reims]].
 
<br style="clear: both">
{{Referências}}
 
{{Começa caixa}}
{{Caixa de sucessão|
 
{{Imperadores romano-germânicos}}
 
{{Monarcas germânicos}}
 
{{Controle de autoridade}}
{{DEFAULTSORT:Otao 03 Sacro Imperio Romano Germanico}}
[[Categoria:Imperadores do Sacro Império Romano]]