Ferrovia Norte-Sul: diferenças entre revisões

424 bytes adicionados ,  02h38min de 1 de agosto de 2019
(Trechos em operação.)
Etiquetas: Edição via dispositivo móvel Edição via aplic. móvel Edição via aplic. iOS
No dia 20 de julho de 2018, o presidente [[Michel Temer]] assinou a [[medida provisória]] 845/2018, que cria o [[Fundo Nacional de Desenvolvimento Ferroviário]] (FNDF). Esta medida garante que todo o valor pago pela outorga da concessão do trecho entre Porto Nacional (TO) e Estrela d'Oeste (SP) da FNS, seja revertido integralmente para a construção do ''Prolongamento Norte'', ligando Açailândia (MA) ao [[Porto de Vila do Conde]], em [[Barcarena (Pará)|Barcarena]] (PA)<ref>https://exame.abril.com.br/brasil/temer-cria-fundo-ferroviario-e-prioriza-investimentos-no-para/</ref>.
 
No dia 28 de março de 2019, o governo do presidente [[Jair Bolsonaro]] realizou o leilão do trecho central de 1.537&nbsp;km da Ferrovia Norte-Sul, entre [[Porto Nacional]] (TO) e [[Estrela d'Oeste]] (SP). A [[Rumo Logística]] arrematou a ferrovia pelo valor de 2.719.530.000 de reais (o que representa um ágio de 100,29% sobre o lance mínimo de 1.353.550.000 de reais), por um contrato de concessão de 30 anos, não prorrogável. Além da vencedora Rumo, participou do certame a [[VLI Multimodal S.A.]], que ofereceu 2.065.550.000 de reais, representando um ágio de 52,6% em relação ao valor mínimo de outorga.<ref>[http://infraestrutura.gov.br/ultimas-noticias/8418-leilão-da-ferrovia-norte-sul-renderá-r$-2,7-bilhões-ao-governo-federal.html Leilão da Ferrovia Norte-Sul renderá R$ 2,7 bilhões ao Governo Federal]</ref> O contrato de concessão foi assinado em [[Anápolis]], no estado de [[Goiás]], em 31 de julho.<ref>[https://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/economia/2019/07/31/internas_economia,774746/rumo-assina-contrato-de-concessao-da-ferrovia-norte-sul-em-anapolis.shtml Rumo assina contrato de concessão da Ferrovia Norte-Sul em Anápolis]</ref>
 
== Traçado ==