Diferenças entre edições de "Herman José"

39 bytes adicionados ,  10h28min de 2 de agosto de 2019
m
>Corrigi links que direcionavam para artigo de desambiguação.
m (Desfeita a edição 55889858 de 2001:818:DE12:A000:E503:8C1D:CBA7:A694 Possível vandalismo.)
Etiqueta: Desfazer
m (>Corrigi links que direcionavam para artigo de desambiguação.)
Nesse mesmo ano estreia-se no cinema em ''[[O Querido Lilás]]'', de [[Artur Semedo]], e é recrutado pelo [[Emídio Rangel]], para fazer crónicas diárias na recém-legalizada TSF, com as quais obteve um êxito estrondoso.
 
Paralelamente à televisão, Herman desenvolveu na década de [[anos 1980|1980]] uma intensa atividade de humorista radiofónico, primeiro na [[Rádio Comercial]] com os programas ''A Flor Do Éter'', ''Rebéubéu Pardais ao Ninho'' e ''Água Mole Em Pedra Dura Entra Muda E Sai Calada'', depois na supracitada [[TSF Rádio Notícias|TSF]] e, por fim, como autor da ''Hermandifusão Portuguesa'' na [[Antena1]], em duas edições diárias num simultâneo com a RDP Internacional, RDP África, Madeira e Açores.
 
=== Década de 1990 ===
Em 2000, Herman José chega à [[SIC]], apresentando aos Domingos, o ''talk-show'' ''[[HermanSIC]]''. O programa de estreia teve 76% de ''[[share]]'' e contava com uma equipa de atores constituída por [[Maria Rueff]], [[Joaquim Monchique]], [[Ana Bola]], [[Maria Vieira]], [[Manuel Marques]], [[Vítor de Sousa]] e, durante algum tempo, [[Nuno Lopes]].
 
Por ele passaram um conjunto imenso de vedetas internacionais, como [[Anastacia|Anastasia]], [[Sting (músico)|Sting]], [[Julio Iglesias]], [[Enrique Iglesias]], [[Lionel Ritchie]], [[Ute Lemper]], [[Gloria Estefan]], [[No Doubt]], [[Shania Twain]], [[Djavan]], [[Mark Knopfler]], [[Jamie Cullum]], [[Norah Jones]], [[David Copperfield]], [[Tom Jones]], [[Sandy & Junior]] entre muitos outros. É nesse programa que a fadista [[Mariza]], convidada assídua do programa e amiga pessoal do humorista, ganha grande visibilidade.
 
Em 2002 acumula com a apresentação do ''[[reality show]]'' ''[[Masterplan - O Grande Mestre]]'', juntamente com [[Marisa Cruz]], e em 2005 volta a esse tipo de formatos com ''[[Senhora Dona Lady]]'' programa que não caiu nas boas graças do grande público. É na sequência desse fracasso que o então diretor de programas [[Manuel da Fonseca]] é substituído por [[Francisco Penim]], que decreta o final prematuro do ''reality show'' e o final do ''[[HermanSIC]]''.
 
Herman José torna-se entretanto proprietário do [[Teatro Tivoli]], situado na [[Avenida da Liberdade (Lisboa)|Avenida da Liberdade]] ([[Lisboa]]), em 2005, que vende seis anos mais tarde à empresa de espetáculos UAU. É nele que grava o seu espetáculo ao vivo ''One Herman Show'' em DVD, acompanhado pela Big Band do seu fiel maestro Pedro Duarte.
No dia 13 de janeiro de 2007, no programa ''[[Os Grandes Portugueses]]'', Herman José ficou em 70.º lugar na lista dos 100 maiores portugueses de sempre. No dia 1 de Abril de 2007 recebe o décimo segundo [[Globos de Ouro (Portugal)|Globo de Ouro]], desta vez sob a forma de ''Prémio Prestígio''. Outros dos prémios que recebeu foi o ''Prémio Personalidade Masculina Portuguesa'' do canal [[Biography Channel]] em 2008.
 
Em Maio de 2008 o apresentador lançou a versão portuguesa de ''Chamar a Música'',<ref>{{citar web|url=http://www.chamar-a-musica.pt|publicado=Chamar-a-musica.pt|obra=|título=Chamar-a-musica.pt|data=|acessodata=}}{{Ligação inativa|1={{subst:DATA}} }}</ref> um concurso que esteve no ar durante a época de verão de [[2008]], alcançando ótimos resultados de audiências. Em Setembro de [[2008]] volta a apresentar o concurso ''[[Roda da Sorte]]'' na [[SIC]], que apesar de ter triplicado as audiências no horário, é descontinuado em finais de 2008 pelo canal e substituído por um programa de informação conduzido por [[Conceição Lino]]. Sai da SIC desagradado com a decisão, e com a política de avanços e recuos do seu então diretor de programas [[Nuno Santos]], com quem mantém uma breve polémica pública, entretanto sanada.
 
Em 2009 muda-se para a [[TVI]] a convite de [[José Eduardo Moniz]], onde apresentou o ''talent-show'' ''[[Nasci P'ra Cantar]]'' entre julho e setembro de 2009. Em Julho de 2009 lançou o álbum ''[[Adeus, vou ali já venho]]'', e retoma em força a sua atividade ''on the road'', com o ''show'' ''Homem dos Sete Instrumentos''.