Abrir menu principal

Alterações

Teve o título provisório de ''Vento Norte''.<ref name="teledramaturgia" /> [[Glória Menezes]] foi a primeira atriz cotada para viver Lucy Fragonard, mas recusou por achar a personagem pequena e inexpressiva. [[Pepita Rodrigues]] foi chamada, mas declinou do convite, por se achar nova demais para ser mãe de [[Glória Pires]] (à época com 16 anos). [[Tetê Medina]] brilhou como a suave mulher de Miguel ([[Raul Cortez]]), que morreu no capítulo 21 da trama, que foi ao ar em 27 de fevereiro de 1980. Na época, o público mandava [[carta]]s para a [[Estação de televisão|emissora]] implorando para que Lucy não morresse; ela era considerada uma personagem "carismática, leve, amiga e carinhosa"<ref>O Globo, de 1º de março de 1980</ref>. 33 anos depois, na reprise da novela no [[Canal Viva]], os internautas nas redes sociais reclamavam da trágica morte dela.
 
As atrizes Tônia Carrero, Glória Pires, Maria Zilda (creditada em produções atuais como ''Maria Zilda Bethlem'') e Maria Padilha (creditada na abertura da novela como ''Maria Padilha Gonçalves'') iriam gravar uma cena no Posto 9 da [[praia de Ipanema]], na [[zona sul do Rio de Janeiro]], onde simulariam um ''[[topless]]'', utilizando apenas um par de [[Pasties|adesivos]] para cobrirem os [[seio]]s. Algumas pessoas protestaram e chegaram a agredir a equipe da novela, nas palavras de Maria Padilha: ''"Quando os curiosos perceberam que faríamos topless, nos expulsaram da praia jogando latas e [[areia]]"''.<ref name="teledramaturgia" /> A cena teve que ser gravada na [[praia de São Conrado]].<ref name="entretenimento" />
 
Gilberto Braga se inspirou no [[musical]] [[americano]] ''[[Annie (musical)|Annie]]'', sobre a história de uma graciosa [[menina]] órfã - na novela, Maria Helena, vivida por [[Isabela Garcia]], com 13 anos na [[época]].<ref name="teledramaturgia" /> A partir do capítulo 60, Braga contou, a seu pedido, com a colaboração de [[Manoel Carlos]].<ref name="entretenimento">[http://memoriaglobo.globo.com/programas/entretenimento/novelas/agua-viva/curiosidades.htm Curiosidades de Água Viva] [[Memória Globo]]</ref> ''Água Viva'' teve uma versão romanceada por [[Leonor Bassères]] na [[Série (literatura)|série]] de [[livro]]s ''Sucessos da [[Rede Globo]]''.