Diferenças entre edições de "Yma Sumac"

43 bytes removidos ,  13h47min de 23 de agosto de 2019
sem resumo de edição
 
}}
 
'''Yma Sumac''', nome artístico de '''Zoila Augusta Emperatriz Chavarri del Castillo''' ([[Cajamarca]], [[13 de setembro]] de [[1922]] — [[Los Angeles]], [[1 de novembro|1º de novembro]] de [[2008]]), foi uma cantora lírica eperuana umcom notávelvoz de [[Sopranosoprano coloratura]] peruano.
 
Nos anos 50,1950 era uma das artistas mais famosas da música exótica,. e se tornou umTeve sucesso internacional baseado nos méritos deno seu enorme alcance vocal que abrangia notas de [[baixo-barítono]] aoa [[soprano ultra leggero]], chegando em seu auge, a 5 oitavas de acordo com o ''Guiness''<ref>https://books.google.com.br/books?id=5etEBQAAQBAJ&pg=PA73&lpg=PA73&dq=yma+sumac+guiness&source=bl&ots=k2WmiEtD4d&sig=Q1r0sTIj7s5mJU0NcEfb_WsEWQ8&hl=pt-BR&sa=X&ved=0ahUKEwiFutiN_IjaAhWHUZAKHZHODIMQ6AEIXTAG#v=onepage&q=yma%20sumac%20guiness&f=false</ref>, numa época onde o alcance de um cantor de ópera variava entre 2,5 e 3 oitavas,. morreuMorreu com as cordas vocais intactas, trabalhando com sua voz por 55 anos. Seus cabelos negros e roupas extravagantes fizeram dela uma figura popular entre plateias americanas, uma fantasia musical em cores.
 
== Biografia ==
 
== Capacidade vocal ==
O que sempre mais chamou a atenção na voz de Yma Sumac foi a notável extensão de sua voz, que ia de notas de soprano coloratura (por exemplo o papel da “Rainha da noite” em “A flauta mágica” de Mozart) até notas típicas de barítono (o papel de “Papageno” na mesma ópera). Sua capacidade vocal era realmente surpreendente no registro superagudo, por exemplo, havia uma resistência incrível. Enquanto em uma ária como “Der Hölle Rache” da Flauta mágica de Mozart a cantora deve cantar apenas quatro notas fá superagudos ('''Fá6'''), em canções do álbum “Legend Of The Sun Virgin” (Zana por exemplo), do início da década de 1950, ela canta esta nota dezenas e repetidas vezes, com intercalações com notas absurdamente graves <ref> name="http://www.gazetadopovo.com.br/blogs/falando-de-musica/yma-sumac-maior-extensao-vocal-que-ja-existiu/"</ref>. em 1954, o compositor clássico Virgil Thomson descreveu a voz de Sumac como "muito baixa e quente, muito alta e semelhante a um pássaro", observando que seu alcance "é muito próximo a cinco oitavas, mas não é de modo algum desumano ou estranho no som" <ref> name= "//www.bbc.co.uk/music/artists/53d86951-706c-41c8-9053-a713ea972395"</ref>. Era classificada, oficialmente, como um [[soprano coloratura]]<ref name="yma-sumac.com">{{Citar web |url=http://yma-sumac.com/biography.htm |titulo=Cópia arquivada |acessodata=2014-01-04 |arquivourl=https://web.archive.org/web/20160303191955/http://www.yma-sumac.com/biography.htm |arquivodata=2016-03-03 |urlmorta=yes }}</ref>. Na cação Chuncho Yma emite um '''Lá#2'''. Durante o recital na Marina Room no Edgewater Hotel em Chicago, em 21 de janeiro de 1953, na apresentação de Chuncho Yma subiu até o '''Láb7''', essa versão ao vivo encontra-se no CD intitulado "The Voice", com gravações inéditas que faziam parte de uma coleção privada deixada por Yma Sumac <ref name="yma-sumac.com">{{Citar web |url=http://yma-sumac.com/biography.htm |titulo=Cópia arquivada |acessodata=2014-01-04 |arquivourl=https://web.archive.org/web/20160303191955/http://www.yma-sumac.com/biography.htm |arquivodata=2016-03-03 |urlmorta=yes }}</ref>. Dessa forma seu alcance demosntrado ao vivo ia do '''Lá#2''' ao '''Láb7''', porém de acordo com o ''Guiness'', Yma cantava do '''Lá#2''' ao '''Si7'''<ref>https://books.google.com.br/books?id=5etEBQAAQBAJ&pg=PA73&lpg=PA73&dq=yma+sumac+guiness&source=bl&ots=k2WmiEtD4d&sig=Q1r0sTIj7s5mJU0NcEfb_WsEWQ8&hl=pt-BR&sa=X&ved=0ahUKEwiFutiN_IjaAhWHUZAKHZHODIMQ6AEIXTAG#v=onepage&q=yma%20sumac%20guiness&f=false</ref>.
=== Registros vocais ===
242

edições