Diferenças entre edições de "São Cristóvão (bairro do Rio de Janeiro)"

 
=== [[Século XX]] ===
Ao longo do [[século XX]], a atividade fabril norteou o perfil de São Cristóvão. Logo nas primeiras décadas, houve a expansão do [[Porto do Rio de Janeiro]], levando às sucessivos aterros na região, inclusive em sua praia, hoje já inexistente. Em 1940, foi inaugurada a [[Avenida Brasil (Rio de Janeiro)|Avenida Brasil]], principal via de escoamento da produção do bairro. Junto com as indústrias, vieram imigrantes de todas as partes do Brasil à procura de emprego. Houve um processo de ocupação desordenada e favelização das áreas em torno das fábricas. Ao passo em que havia a ocupação de imigrantes, a classe média se moveu para os bairros da Zona Sul da cidade. Os antigos sobrados e casarões foram transformados em pequenas lojas comerciais e pensões.
Ainda nessa época, o bairro é sede no Rio de Janeiro e berço fundador do [[Sistema Brasileiro de Televisão]], São Cristóvão era tido como o maior bairro industrial da América do Sul, fato que nos anos 1966 e 1967, veio a ser construído o [[Pavilhão de São Cristóvão]]. Um grande centro destinado as exposições de produtos industrializados, nesse meio, o Pavilhão foi também palco de grandes eventos ligados as indústrias, muitas exposições acompanhadas com celebrações com artistas famosos aconteceram nesse lugar, até seu fechamento em meados da [[década de 1980]].
 
Utilizador anónimo