Diferenças entre edições de "Lopo de Almeida"

15 bytes adicionados ,  11h00min de 28 de agosto de 2019
sem resumo de edição
m (sockalhadas)
Etiqueta: Reversão
}}
 
'''Lopo de Almeida''' ([[1416]] - [[1486]]) foi 1.º [[conde de Abrantes]], agraciado com o título no dia 13 de Junho de [[1476]], em [[Miranda do Douro]]<ref>PINA, Rui de - Crónica do Senhor Rey D. Affonso V, cap. CXCIII, p. 566</ref>, pelo rei D. [[Afonso V de Portugal|Afonso V]] pelos serviços prestados ao reino e ao monarca. Fidalgo da corte portuguesa durante os reinados de D. Afonso V e D. João II, foi [[cavaleiro]], [[diplomata]], [[Vedor da Fazenda]] (pelo menos desde [[1445]]), [[membro do Conselho Real]] (desde [[1462]]), homem de negócios, benemérito<ref>ALMEIDA, Andreia da Silva - D. Lopo de Almeida. Memórias do Primeiro Conde de Abrantes. Abrantes, Câmara Municipal de Abrantes, 2010.</ref>. Para além de Alcaide-Mor e do título de Conde de Abrantes, foi Alcaide-Mor de [[Punhete]] e da [[Amêndoa (Mação)|Amêndoa]], do Castelo de Torres Novas, Senhor do Sardoal e de Mação. Foi, ainda, Mordomo-mor, Contador-mor, Chanceler-mor, Escrivão da Puridade e Governador das terras da rainha Dona Joana, segunda esposa de D. Afonso V, conhecida como ''A Excelente Senhora''<ref>IDEM, ibidem.</ref>.
 
==Biografia==
Fidalgo da corte portuguesa durante os reinados de D. Afonso V e D. João II, foi [[cavaleiro]], [[diplomata]], [[Vedor da Fazenda]] (pelo menos desde [[1445]]), [[membro do Conselho Real]] (desde [[1462]]), homem de negócios, benemérito<ref>ALMEIDA, Andreia da Silva - D. Lopo de Almeida. Memórias do Primeiro Conde de Abrantes. Abrantes, Câmara Municipal de Abrantes, 2010.</ref>. Para além de Alcaide-Mor e do título de Conde de Abrantes, foi Alcaide-Mor de [[Punhete]] e da [[Amêndoa (Mação)|Amêndoa]], do Castelo de Torres Novas, Senhor do Sardoal e de Mação. Foi, ainda, Mordomo-mor, Contador-mor, Chanceler-mor, Escrivão da Puridade e Governador das terras da rainha Dona Joana, segunda esposa de D. Afonso V, conhecida como ''A Excelente Senhora''<ref>IDEM, ibidem.</ref>.
 
Lopo de Almeida era neto de [[Fernão Álvares de Almeida]], cavaleiro de Avis, vedor da Fazenda, Conselheiro Real, aio dos Infantes D. Pedro e D. Duarte, filhos de [[D. João I]]. Fernão Álvares de Almeida terá tido vários filhos, entre eles [[Diogo Fernandes de Almeida, alcaide-mor de Abrantes|Diogo Fernandes de Almeida]], pai de D. Lopo. Diogo Fernandes foi rico-homem, participando na conquista de Ceuta ao lado de D. João I e ali armado cavaleiro. [[D. Duarte]], tornado rei, fá-lo Alcaide-mor de Abrantes e Senhor do Sardoal. Foi, ainda, Reposteiro-mor e membro do Conselho Real. Diogo Fernandes de Almeida terá casado várias vezes, sendo a identidade da mãe de D. Lopo alvo de controvérsia<ref>IDEM, ibidem.</ref>.
Utilizador anónimo