Diferenças entre edições de "Sancho Gomes de Avelar"

2 767 bytes adicionados ,  11h04min de 28 de agosto de 2019
sem resumo de edição
m (sockalhadas)
Etiqueta: Reversão
 
|cônjuge = Guiomar Gonçalves de Azevedo
|filhos =
* [[Inês Gomes de Avelar]]
* João Gomes de Avelar
* Guiomar Gomes de Azevedo
* [[Leonor Gomes de Azevedo]]
}}
'''Sancho Gomes de Avelar''' {{nwrap|c.|1360|1438}} foi um nobre e magistrado português dos séculos XIV e XV, ativo na corte do [[rei de Portugal|rei]] {{lknb|João|I|de Portugal}} {{nwrap|r.|1385|1433}}.
 
'''Sancho Gomes de Avelar''' {{nwrap|c.|1360|1438}} foi um nobre e magistrado português dos séculos XIV e XV, ativoactivo na corte[[Corte (realeza)|Corte]] do [[reiRei de Portugal|reiRei]] {{lknb|João|I|de Portugal}} {{nwrap|r.|1385|1433}}.
== Vida ==
 
==Família==
Sancho era filho do [[senhor de Cascais]] [[Gomes Lourenço de Avelar]]. Era vassalo e serviu como escudeiro do [[rei de Portugal|rei]] {{lknb|João|I|de Portugal}} {{nwrap|r.|1385|1433}}. Foi senhor de juro e herdade de Cascais e seu [[Castelo de Cascais|castelo]] (desde 30 de setembro de 1384), da [[Quinta de Marim]] (desde 19 de março de 1384), ambos em sucessão a seu pai, e senhor de casas na [[Alcáçova de Lisboa]]. Em 8 de novembro de 1386, João I lhe concedeu um moinho na [[Ribeira do Alviela]], em [[Santarém (Portugal)|Santarém]], pertencente à capela instituída por [[Lourenço Martins de Avelar]], que moia [[azeite]] e que se queria que moesse pão. Foi também juiz civil de [[Lisboa]] entre 1404 e 1407 e em 1404 se casou com Guiomar Gonçalves de Azevedo, com quem gerou quatro filhos:{{sfn|Soveral|2019}}
Filho de [[Gomes Lourenço de Avelar]], 1.° [[Senhor de Cascais]], e de sua mulher.{{sfn|Soveral|2019}}
 
Documenta-se que era primo de Lourenço Martins de Avelar, o filho legítimo do Mestre da [[Ordem de São Bento de Avis]] D. Frei [[Martim Martins de Avelar]].{{sfn|Soveral|2019}}
* [[Inês Gomes de Avelar]]
 
* João Gomes de Avelar
==Biografia==
* Guiomar Gomes de Azevedo
Serviu como [[Escudeiro]] e era Vassalo do [[Rei de Portugal|Rei]] {{lknb|João|I|de Portugal}} {{nwrap|r.|1385|1433}}.{{sfn|Soveral|2019}}
* [[Leonor Gomes de Azevedo]]
 
Foi 2.° Senhor da [[Quinta]] de [[Marim]], no termo de [[Faro]], de juro e herdade a 19 de Março de 1384, 2.° [[Senhoria|Senhor]] da [[Cascais|Terra]] ou lugar de [[Cascais (freguesia)|Cascais]] e seu termo com seu [[Castelo de Cascais|Castelo]] como [[Alcaide-Mor]] e os [[Reguengo]]s de [[Algés]] e de [[Oeiras e São Julião da Barra|Oeiras]] Senhor de Cascais e [[Castelo de Cascais|seu Castelo]] de juro e herdade a 20 de Setembro de 1384, tudo em sucessão a seu pai,<ref>{{citar web|URL=http://pb.lib.berkeley.edu/saxon/SaxonServlet?source=BITAGAP/Display/7115Person.xml&style=BITAGAP/templates/Person.xsl&gobk=http%3A%2F%2Fpb.lib.berkeley.edu%2Fxtf%2Fsearch%3Frmode%3Dphilobitagap%26title%3Dbeja%26text-join%3Dand%26rmode%3Dphilobeta%26browseout%3Dwork%26sort%3Dmoniker%26startDoc%3D21|título=|autor=|data=|publicado=|acessodata=30 de Agosto de 2015}}</ref> e Senhor dumas casas na [[Alcáçova de Lisboa]].{{sfn|Soveral|2019}}
 
A 8 de Novembro de 1386 D. João I de Portugal concedeu a Sancho Gomes de Avelar, seu vassalo, "testameteiro dado p nos ao testamento de l.ço miz do auellar seu primo Ja passado", o foro dum moinho na [[Ribeira do Alviela]], no termo de [[Santarém (Portugal)|Santarém]], que pertencia à capela instituída pelo dito Lourenço Martins de Avelar, em que ele sucedera, que era de moer azeite, sem pagar nada à coroa, e que agora queria passar a moer pão, pelo que passava a pagar.{{sfn|Soveral|2019}}
 
Foi, também, [[Juiz]] do [[Cível]] de [[Lisboa]] entre 1404 e 1407.{{sfn|Soveral|2019}}
 
===Casamento e descendência===
Casou antes de 1404 com Guiomar Gonçalves de Azevedo, da qual teve três filhas e um filho:{{sfn|Soveral|2019}}
* Inês Gomes de Avelar, sucessora; a 11 de Março de 1452 D. [[Afonso V de Portugal]] doou a Inês Gomes de Avelar, mulher de Pedro Lourenço de Almeida, [[Cavaleiro]] da sua Casa e Almotacé-Mor, uma tença anual de 6.000 [[Real (moeda portuguesa)|reais]] de [[prata]]; casada com Pedro Lourenço de Almeida, falecido depois de 11 de Março de 1460, [[Almotacé-Mor]] do Reino, Senhor da Quinta de Vila Corça, no termo de [[Viseu]], em frente da qual D. Afonso V de Portugal lhe coutou um rio, tendo sucedido na Quinta de Marim em 1445 e na [[Capela]] instituída por [[Lourenço Martins de Avelar]] a 6 de Setembro de 1448 e a 15 de Abril de 1457; teve uma tença anual de 4.358 reais de prata a 17 de Julho de 1450, sem geração{{sfn|Soveral|2019}}
* João Gomes de Avelar, falecido antes de 15 de Abril de 1457, solteiro, sem geração{{sfn|Soveral|2019}}
* Guiomar Gomes de Azevedo, [[Freira]] no [[Mosteiro de Tarouquela]]{{sfn|Soveral|2019}}
* Leonor Gomes de Azevedo, falecida antes de 15 de Abril de 1457, casada com Álvaro Rodrigues Valente, 1.° Senhor da [[Lousã (freguesia)|Lousã]], falecido antes de 15 de Abril de 1457; destes foi filha:{{sfn|Soveral|2019}}
** Maria de Azevedo, criada por sua tia materna Inês Gomes de Avelar, que a perfilhou por [[Escritura]] de 9 de Maio de 1457 e Carta Real de 11 de Março de 1460, e que foi sua herdeira por Escritura de 8 de Novembro de 1457, vindo a casar com [[Duarte de Almeida]], "o Decepado", com geração conhecida{{sfn|Soveral|2019}}
 
{{referências}}
 
== Bibliografia ==
* {{Citar web|sobrenome=Soveral|nome=Manuel Eduardo Maria Machado de Abranches de|url=http://www.soveral.info/mas/Soveral%20e%20Avelar.htm|título=Origem dos Avelar e dos Soveral| ano=2019|ref=harv}}
 
* {{Citar web|sobrenome=Soveral|nome=Manuel Abranches de|url=http://www.soveral.info/mas/Soveral%20e%20Avelar.htm|título=Origem dos Avelar e dos Soveral| ano=2019|ref=harv}}
 
{{NF|1360|1438|Sancho Gomes Avelar}}
[[Categoria:Escudeiros de Portugal]]
[[Categoria:Portugueses do século XIV]]
[[Categoria:Portugueses do século XV]]
[[Categoria:Senhores de Cascais]]
[[Categoria:Escudeiros de Portugal]]
[[Categoria:Portugueses do século XIV]]
[[Categoria:Alcaides-mores de Cascais]]
[[Categoria:Juízes de Portugal]]
Utilizador anónimo