Diferenças entre edições de "Academia Paulista de Letras"

21 bytes adicionados ,  23h35min de 28 de agosto de 2019
Quando surgiu, em [[1909]], a APL não tinha sede; o sonho do acadêmico [[Alcântara Machado]] era, justamente, de ter um prédio para a instituição localizado no [[Largo do Arouche]], no centro de [[São Paulo (cidade)|São Paulo]], o que não viu em sua vida.<ref name=":0" />
 
Entretanto, no ano de [[1943]], durante a posse do acadêmico [[Guilherme de Almeida]], os acadêmicos [[Altino Arantes]] e [[René Thiollier]] pediram para o interventor [[Fernando Costa]] a doação do local onde seria a sede da Academia;. comEm osrazão dos problemas políticos da época, porém, eles não conseguiram ser atendidos e as reuniões continuaram nas casas dos acadêmicos.<ref name=":0" />
 
[[Fernando Costa]], após ver as dificuldades da Academia, tanto com a sede quanto financeiras, doou o prédio no [[Largo do Arouche|Arouche]], onde hoje funciona a APL, e prometeu transformá-lo em um palácio da cultura paulistana.<ref name=":0">{{citar web|url=http://www.academiapaulistadeletras.org.br/memoria.asp?materia=925|titulo=A sede própria|data=|acessodata=|obra=|publicado=|ultimo=|primeiro=}}</ref>