Diferenças entre edições de "Ocupação alemã de Luxemburgo durante a Segunda Guerra Mundial"

novo cap. antecedentes
m
(novo cap. antecedentes)
 
Luxemburgo foi então colocado sob administração do [[exército alemão]], mas logo depois um governo civil assumiu até que o país foi formalmente anexado à [[Alemanha Nazista]]. Os alemães acreditavam que o território luxemburguês era parte do [[Grande Reich Germânico|Reich Alemão]] e iniciaram um programa de repressão cultural, especialmente para livrar o país da influência [[França|francesa]]. Muitos cidadãos de Luxemburgo colaboraram com os nazistas, enquanto outros iniciaram uma resistência contra os alemães. A partir de 1942, cerca de 1 500 a 2 000 luxemburgueses se alistaram voluntariamente nas forças armadas alemãs, o que não correspondeu aos números desejados pelo exército alemão.<ref name="Dostert" /> [[Paul Dostert]] afirma que vários casos indicam que muitos "voluntários" não eram de facto voluntários: numerosos casos são conhecidos onde criminosos, mentalmente perturbados e [[Associalidade|associais]] se voluntariaram para evitar serem enviados para um campo de concentração.<ref name="Dostert" /> Enquanto isso, cerca de 3 500 judeus de Luxemburgo foram mortos no [[Holocausto]]. O processo de libertação do país pelos [[Aliados da Segunda Guerra Mundial|Aliados]] finalmente começou em setembro de 1944, mas foi atrasado devido a [[Batalha das Ardenas|ofensiva alemã nas Ardenas]]. Os nazistas só foram expulsos em definitivo no começo de 1945. O número de vítimas luxemburguesas saldou-se em 5 700.<ref name="Dostert" />
 
== Antecedentes ==
O Luxemburgo já tinha sofrido uma ocupação alemã durante a Primeira Guerra Mundial, com o pretexto de apoio germânico aos exércitos na França vizinha. Entre Agosto de 1914 até meados de Novembro de 1918, embora sob ocupação militar, o Luxemburgo manteve o seu governo próprio e o seu sistema político. Práticamente sem exército próprio, o país não teve outra hipótese senão manter a neutralidade. <ref name=":0">{{citar livro|título=Histoire du Luxembourg (Cap: Le Luxembourg dans le premier conflit mondial (1914-1918))|ultimo=Kreins|primeiro=Jean-Marie|editora=Puf (Presses Universitaires de France)|ano=2003|local=|páginas=|acessodata=}}</ref>
 
As tropas alemãs concentraram-se no Luxemburgo para conduzir as suas operações na Bélgica e em França.A ocupação trouxe uma série de calamidades: dificuldades de abastecimento, racionamento, aumento dos preços, desemprego, mercado negro e miséria operária. <ref name=":0" />
 
Em Novembro de 1918 a Alemanha assinou o [[armistício de Compiègne]] com os Aliados, pondo fim aos combates. Conforme as condições do armistício, as tropas alemãs retiraram de todos os territórios ocupados, incluindo o Luxemburgo.<ref>{{citar web|url=https://web.archive.org/web/20060902083956/http://history.acusd.edu/gen/text/versaillestreaty/all440.html|titulo=The Versailles Treaty - June 28, 1919 (Arq. em WayBack Machine)|data=28 de Junho de 1919|acessodata=6 de Setembro de 2019}}</ref>
 
 
 
 
{{referências}}
2 289

edições