Diferenças entre edições de "Santa Casa de Misericórdia de Goiânia"

m
manutênção refs.
(Resgatando 1 fontes e marcando 0 como inativas. #IABot (v2.0beta14))
m (manutênção refs.)
 
==História==
A construção do hospital localizado na Rua 4 do Setor Central foi iniciada em [[1 de novembro]] de [[1936]] juntamente com a fundação de [[Goiânia]], contando com o apoio da esposa do fundador. Em [[1984]] a área foi vendida ao governo de Goiás e um novo prédio foi construído na Vila Americano do Brasil.<ref>{{citar web|url=http://www.santacasago.org.br/institucional2.php|título=Santa Casa de go|editor=SCMG|4=|acessodata=17 de maio de 2015|arquivourl=https://web.archive.org/web/20150517074721/http://www.santacasago.org.br/institucional2.php|arquivodata=2015-05-17|urlmorta=yes}}</ref>
===Crescimento===
Até 1954, a Santa Casa era dirigida apenas pela [[Sociedade de São Vicente de Paula]]. Com a expansão do Hospital, que dispunha naquela época de mais de 150 leitos, o presidente da Conferência, Dom Abel Ribeiro Camelo, implantou um regimento pelo qual nomeou uma junta para administrar o complexo hospitalar por dois anos. O primeiro Diretor Clínico eleito foi o Dr. Ademar Câmara, que atuou entre 1954 e 1955.
 
Naquele período, a Instituição avançou em matéria de aperfeiçoamento técnico, físico e material. A instalação de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) ocorreu nessa mesma época e foi considerada um grande avanço para o hospital. A criação do Centro Médico também foi iniciada no período em que a Santa Casa funcionava na Rua 4, Setor Central, com a participação de um pequeno número de profissionais. Nessa época, começaram a se definir clínicas mais especializadas, como de urologia, e de cardiologia<ref>{{citar web |url=http://www.dm.com.br/opiniao/2015/01/a-tragedia-do-cesio-motivou-o-presidente.html#|título=Santa Casa de go |editor=Diário da Manha |data=17 DEde ABRILabril de 2015 |acessodata=17 DEde ABRILAbril de 2015}}</ref>.
 
Nesta época a Santa Casa deixou de ser um hospital municipal, para se tornar um hospital regional, atendendo ao município de Goiânia, ao estado de Goiás, aos estados limítrofes, e por último, ao próprio Distrito Federal.