Diferenças entre edições de "Brett Kavanaugh"

247 bytes adicionados ,  15h15min de 17 de setembro de 2019
sem resumo de edição
(Exclusão de trecho repetido)
 
Kavanaugh fez sua graduação no Yale College [[cum laude]], com um diploma em história estadunidense. Depois de se formar na [[Yale Law School]], ele começou sua carreira como assistente do juiz [[Ken Starr]], que posteriormente supervisionou sua pós-graduação. Depois que Starr deixou o Circuito do Distrito de Colúmbia para ocupar o cargo de chefe da investigação independente sobre o Presidente [[Bill Clinton]], Kavanaugh o acompanhou e o auxiliou em várias investigações sobre o presidente, incluindo a elaboração do Relatório Starr, que instava pelo impeachment de Clinton. Após a [[Eleição presidencial nos Estados Unidos em 2000|eleição presidencial estadunidense de 2000]] (na qual ele trabalhou para a campanha de [[George W. Bush]] na recontagem de votos na Flórida), ele se juntou à administração como Secretário da Casa Branca e foi uma figura central nos esforços para escolher e confirmar os candidatos a vagas no judiciário.<ref>{{Citar periódico|ultimo=Lewis|primeiro=Neil A.|data=2004-4-28|titulo=Bush Aide on Court Nominees Faces Fire as Nominee Himself|url=https://www.nytimes.com/2004/04/28/us/bush-aide-on-court-nominees-faces-fire-as-nominee-himself.html|jornal=[[The New York Times]]|lingua=en-US|acessodata=2018-10-6}}</ref>
 
Para preencher a vaga criada pela aposentadoria do juiz [[Anthony Kennedy]], o presidente [[Donald Trump]] indicou Kavanaugh em 9 de julho de 2018 para atuar como juiz da [[Suprema Corte dos Estados Unidos]]. Quando se tornou aparente que Kavanaugh era cogitado para o cargo, mas antes de seu nome ser anunciado publicamente, Christine Blasey Ford contatou o [[The Washington Post|Washington Post]] alegando que Kavanaugh abusara sexualmente dela no início dos anos 801980.<ref>{{Citar web|url=https://www.washingtonpost.com/investigations/california-professor-writer-of-confidential-brett-kavanaugh-letter-speaks-out-about-her-allegation-of-sexual-assault/2018/09/16/46982194-b846-11e8-94eb-3bd52dfe917b_story.html|titulo=California professor, writer of confidential Brett Kavanaugh letter, speaks out about her allegation of sexual assault|data=2018-9-16|acessodata=2018-10-05|obra=|publicado=[[The Washington Post]]|ultimo=Brown|primeiro=Emma|lingua=en-US}}</ref> Nos dias seguintes, duas outras mulheres o acusaram de má conduta sexual.<ref>{{Citar periódico|ultimo=Estepa|primeiro=Jessica|data=2018-9-26|titulo=Third woman makes sexual misconduct allegations about Supreme Court nominee Brett Kavanaugh|url=https://www.usatoday.com/story/news/politics/2018/09/26/brett-kavanaugh-confirmation-michael-avenatti-julie-swetnick/1431133002/|jornal=USA Today|lingua=en|acessodata=2018-10-5}}</ref> Ele negou todas as alegações.<ref>{{Citar periódico|ultimo=Farrow|primeiro=Ronan|ultimo2=Mayer|primeiro2=Jane|data=2018-9-23|titulo=Senate Democrats Investigate a New Allegation of Sexual Misconduct, from the Supreme Court Nominee Brett Kavanaugh’s College Years|url=https://www.newyorker.com/news/news-desk/senate-democrats-investigate-a-new-allegation-of-sexual-misconduct-from-the-supreme-court-nominee-brett-kavanaughs-college-years-deborah-ramirez|jornal=[[The New Yorker]]|lingua=en-US|acessodata=2018-10-5}}</ref> <ref name=":0" />
 
Após uma audiência suplementar da [[Comissão do Senado dos Estados Unidos sobre o Judiciário|Comissão do Judiciário do Senado]], controlada pelo Partido Republicano, o Comitê declarou que todas as alegações eram infundadas. Depois de uma investigação adicional do FBI, que os democratas descreveram como limitada no escopo e criticada como uma "farsa", o Senado confirmou a indicação de Kavanaugh por votação de 50-48 em 6 de outubro,. e eleEle foi empossado mais tarde naquele dia.<ref name=":0" />
 
Novas acusações e testenunhos foram apresentados em setembro de 2019, fazendo políticos democratas a pedirem abertura de processo de [[Impeachment nos Estados Unidos|impeachment]] contra Kavanaugh.[https://www.bbc.com/news/world-us-canada-49708721]
 
{{Referências}}
242

edições