Diferenças entre edições de "São Sebastião do Paraíso"

3 bytes removidos ,  13h12min de 18 de setembro de 2019
A participação da cidade no surto cafeeiro do Segundo Reinado fez com a cidade fosse beneficiada com a vinda de primeiras levas de imigrantes, que chegavam em carros de boi, depois de desembarcar na estação da Cia Ferroviária São Paulo e Minas em [[Mococa]].
No começo de [[1870]], crianças de pais italianos já haviam sido registradas na cidade.
Porém, as primeiras estações de trem da cidade chegaram apenas no ano de 1911<ref name="SSPMG3">{{citar web |url=http://www.estacoesferroviarias.com.br/s/ssebastiao.htm|titulo=E. F. São Paulo-Minas (1911-1971) |lingua= |data= |obra=|publicado=estacoesferroviarias.com.br |acessodata=}}</ref>, apesar de preencher as atas da Câmara desde de [[1901]].
 
Em meados de [[1893]] em diante, a cidade recebeu cerca de 500 colonos italianos, contribuindo para o desenvolvimento da cidade. Visto a grande contribuição dos imigrantes italianos para a cidade foi criado pelo então prefeito [[Luiz Ferreira Calafiori|Luiz Calafiori]], um monumento que homenageasse os italianos e seus descendentes. O artista tcheco Johann Musil foi o responsável pela criação da peça em bronze 'Monumento aos Imigrantes' localizada na Praça dos Imigrantes.<ref name="SSPMG4">{{citar web |url=http://www.saosebastiaodoparaiso.mg.gov.br/noticias.php?dsid=2079|titulo=Revitalizado Monumento dos Imigrantes |lingua= |data= |obra=|publicado=saosebastiaodoparaiso.mg.gov.br |acessodata=}}</ref>
Utilizador anónimo