Diferenças entre edições de "Mars Global Surveyor"

67 bytes adicionados ,  02h34min de 22 de setembro de 2019
sem resumo de edição
m (Bot: Substituição automática de afluentes - solicitado em Usuária:Aleth Bot/Substituição de afluentes)
 
 
== Especificações ==
A sonda foi fabricada na fábrica da [[Lockheed Martin|Lockheed Martin Astronautics]] em [[Denver, Colorado|Denver]]. A Surveyor épossuía o formato semelhante a uma caixa de forma retangular, com seus [[Painel solar fotovoltaico|painéis solares fotovoltaicos]] que se estendemestendiam de dois lados opostos dessa caixa.  Quando totalmente carregada com propelente no momento do lançamento, a espaçonave pesava aproximadamente 1, 060 [[Quilograma|kg]].
 
A maior parte da massa da sonda estáestava no módulo em forma de caixa que ocupaocupava a parte central da espaçonave. Este módulo central éera composto de outros dois módulos retangulares menores, empilhados um sobre o outro, sendo um deles é denominado de "módulo de equipamentos", e alojaalojava a parte eletrônica da sonda, seus instrumentos científicos, e o computador de bordo [[MIL-STD-1750A]]. O outro módulo, chamado de "módulo de propulsão", alojaalojava os propulsores e os tanques de propelente.
 
Para o desenvolvimento e construção da sonda, foram gastos US$ 154 milhões, para o lançamento mais US$ 65 milhões, e paras as operações em terra e análise de dados foram gastos mais US$ 20 milhões por ano.<ref name=":1" />
== Instrumentos científicos ==
A sonda contava com cinco instrumentos científicos, eram estes:
* A '''Mars Orbiter Camera''' ('''MOC):'''), uma câmera para fotografar imagens em alta resolução da superfície do planeta;
* O '''Mars Orbiter Laser Altimeter''' ('''MOLA):'''), um altímetro a laser;
* O '''Thermal Emission Spectrometer''' ('''TES):'''), um [[Espectrômetro|espectômetro]] de emissões térmicas;
*'''MAG/ER:''' Umum [[Magnetómetro|magnetômetro]] e um reflectômetro eletrônico ('''MAG'''/'''ER''');
* O '''Ultrastable Oscillator''' ('''USO'''/'''RS):'''), um oscilador ultra-estável para medições do [[efeito Doppler]];
* A '''Mars Relay''' ('''(MR):'''), uma antena para retransmitir dados.
A câmera Mars Orbiter Camera (MOC) possuía três configurações:
* A de ângulo estreito, que fotografava imagens em preto e branco de alta resolução (geralmente de 1,5 a 12 metros por pixel);
 
Os resultados da missão principal da Mars Global Surveyor (de 1996 até 2001) foram publicados no [[Journal of Geophysical Research]] de [[Michael C. Malin]] e K. Edgett. Algumas dessas descobertas são:
* Descobriu-se que o planeta possuípossui uma crosta em camadas a profundidades de 10 km ou mais. Para produzir tais camadas, grandes quantidades de material tiveram de ser resistidas, transportadas e depositadas.
<gallery widths="200" heights="200">
Ficheiro:Layers in a crater in Arabia.JPG|Camadas em uma velha cratera na região de [[Arabia Terra]]. As camadas podem formar-se dos vulcões, do vento, ou pela deposição sob a água. As crateras à esquerda são [[Cratera em pedestal|crateras em pedestal]]. Imagem fotografada pela Mars Global Surveyor.
Ficheiro:Buttes and layers in Aeolis.jpg|Pequenos morros e camadas localizadas no [[Quadrângulo de Aeolis]]. Imagem fotografada pela Mars Global Surveyor.
</gallery>
* O hemisfério norte, provavelmente, possuípossui mais crateras que o hemisfério sul, mas as crateras são cobertas, em sua maior parte.
* Muitas características, como crateras de impacto, foram cobertas e, em seguida, descobertas recentemente.
<gallery widths="200" heights="200">
Ficheiro:Steep cliff in Ismenius Lacus taken with MGS.JPG|Penhasco íngreme com um manto liso cobrindo sua face. Região do [[Quadrângulo de Ismenius Lacus]]. Imagem fotografada pela Mars Global Surveyor.
</gallery>
* Algumas áreas são cobertas por materiais ricos em hematite.hematita, A hematitaque poderia ter sido colocads no lugargerada por água líquida no passado.
* Rastros escuros foram encontrados, acredita-se que são causados por redemoinhos de poeiras gigantes. Observou-se que os rastros de poeira desses redemoinhos mudaram frequêntementefrequentemente, alguns mudaram em apenas um mês.
<gallery widths="200" heights="200">
Ficheiro:Dust devil tracks in Eridania.JPG|Padrão de rastros grandes e pequenos feitos por redemoinhos de poeira gigantes. Região do [[Quadrângulo de Eridania]]. Imagem fotografada pela Mars Global Surveyor.
Ficheiro:Dust Devil with Shadow.JPG|Um redemoinho de poeira gigante e sua sombra, região do [[Quadrângulo de Cebrenia]]. Imagem fotografada pela Mars Global Surveyor.
</gallery>
* A calota residual do pólo sul possuípossui uma textura semelhante aoa um queijo suíço. OsAs buracoscrateras são geralmentepossuem alguns metros de profundidade. Os, buracose ficam maiores a cada ano, entãoindicando que esta região ou o hemisfério do planeta pode estar se aquecendo. As alegações de que isso representa uma tendência global, no entanto, são supressão de evidências de dados regionais contra o conjunto de dados planetário, e resultados da MOC contra os resultados do TES e de dados de rádio.
<gallery>
Ficheiro:South pole changes in two year period.JPG|Mudanças em buracos localizados no pólo sul, em observações de 1999 a 2001. Observe como os buracos cresceram nos dois anos. Imagem fotografada pela Mars Global Surveyor.
Ficheiro:Swiss Cheese in South.JPG|Terreno com textura similar ao do queijo suíço. A maior ondulação nessa imagem possuípossui 4 metros de altura. Imagem fotografada pela Mars Global Surveyor.
Ficheiro:Swiss Cheese Layers.JPG|Camadas em um terreno. Há uma camada superior brilhante e uma camada inferior mais escura. Imagem fotografada pela Mars Global Surveyor.
Ficheiro:Swiss Cheese Terrain close-up.JPG|Buracos em um terreno. O padrão poligonal provavelmente foi formado por depressões rasas. Imagem fotografada pela Mars Global Surveyor.
 
== Perda de contato ==
Em 02 de novembro de 2006, ao NASAcentro de controle da missão perdeu o contato com a sonda após comandá-la para ajustar seus painéis solares. Vários dias se passaram antes que um sinal fraco fosse recebido indicando que a espaçonave tinha entrado no [[Modo de segurança (espaçonave)|modo de segurança]] e estava aguardando mais instruções. 
 
Em 20 de novembro de 2006, a sonda [[Mars Reconnaissance Orbiter]] tentou fotografar a Mars Global Surveyor para verificar a orientação da espaçonave. O esforço foi malsucedido.
 
Em 21 e 22 de novembro de 2006, a sonda falhou em retransmitir comunicações ao rover [[Opportunity (sonda)|Opportunity]] na superfície de Marte. Em resposta a esta complicação, Fuk Li, o gerente da missão Mars Exploration Program, declarou: ''<blockquote>"Realisticamente, nós funcionamosestamos atravéscontando dascom as prováveis possibilidades maisda prováveiscomunicação paracom a comunicaçãosonda ser restabelecerrestabelecida, e nós estamos enfrentando a probabilidade de que ao incrível fluxo de observações científicas da Mars Global Surveyor é longo."'' </blockquote>Em 13 de abril de 2007, a NASA anunciou que a perda de contato foi causada por uma falha em uma atualização de parâmetros para o software do sistema da sonda.  A Surveyor foi projetada para armazenar duas cópias idênticas do software do sistema para redundância e verificação de erros. As atualizações subsequentes ao software encontraram um erro humano quando dois operadores independentes atualizaram cópias separadas com diferentes parâmetros. Isto foi seguido por uma atualização corretiva que inadvertidamente incluiu uma falha de memória que resultou na perda da sonda.
: "Anteriormente, em novembro de 2005, dois operadores tinham mudado sem saber, o mesmo parâmetro em cópias separadas do software do sistema. Cada operador tinha usado uma precisão ligeiramente diferente ao inserir um parâmetro, o que resultou em uma diferença pequena mas significativa nas duas cópias. Uma leitura posterior da memória revelou essa inconsistência para a equipe da missão.
 
: Para corrigir o erro, uma atualização foi elaborada em junho de 2006. No entanto, dois [[Endereço (memória)|endereços de memória]] foram manipulados incorretamente na atualização, o que poderia permitir que os valores sejam escritos nos endereços de memória incorretos e que geraria complicações adicionais a missão. Cinco meses mais tarde, os endereços de memória problemáticos foram solicitados, oque resultou nos painéis solares imóveis. A complicação levou a sonda a diagnosticar incorretamente uma falha de um motor de redirecionamento, fazendo com que a espaçonave girasse para permitir que os painéis solares imóveis apontasse para o Sol. No entanto, nesta posição, a bateria utilizável restante também foi direcionada para o Sol, resultando no sobreaquecimento da bateria e eventualmente falhando. A nave espacial subsequentemente entrou em modo de segurança e o contato com a espaçonave foi perdido. "
Em 13 de abril de 2007, a NASA anunciou que a perda de contato foi causada por uma falha em uma atualização de parâmetros para o software do sistema da sonda.  A Surveyor foi projetada para armazenar duas cópias idênticas do software do sistema para redundância e verificação de erros. As atualizações subsequentes ao software encontraram um erro humano quando dois operadores independentes atualizaram cópias separadas com diferentes parâmetros. Isto foi seguido por uma atualização corretiva que inadvertidamente incluiu uma falha de memória que resultou na perda da sonda.
Originalmente, a sonda estava destinada a observar Marte durante um ano marciano (aproximadamente 2 anos terrestres). No entanto, com base na vasta quantidade de dados científicos valiosos retornados, a [[NASA]] estendeu a missão três vezes. A Surveyor permanece em uma órbita circular quase-polar estável em aproximadamente 450 quilômetroskm de altitude, e baterácolidirá nacom a superfície do planeta em aproximadamente no ano de 2047.
: Anteriormente, em novembro de 2005, dois operadores tinham mudado sem saber, o mesmo parâmetro em cópias separadas do software do sistema. Cada operador tinha usado uma precisão ligeiramente diferente ao inserir um parâmetro, o que resultou em uma diferença pequena mas significativa nas duas cópias. Uma leitura posterior da memória revelou essa inconsistência para a equipe da missão.
: Para corrigir o erro, uma atualização foi elaborada em junho de 2006. No entanto, dois [[Endereço (memória)|endereços de memória]] foram manipulados incorretamente na atualização, o que poderia permitir que os valores sejam escritos nos endereços de memória incorretos e que geraria complicações adicionais a missão. Cinco meses mais tarde, os endereços de memória problemáticos foram solicitados, oque resultou nos painéis solares imóveis. A complicação levou a sonda a diagnosticar incorretamente uma falha de um motor de redirecionamento, fazendo com que a espaçonave girasse para permitir que os painéis solares imóveis apontasse para o Sol. No entanto, nesta posição, a bateria utilizável restante também foi direcionada para o Sol, resultando no sobreaquecimento da bateria e eventualmente falhando. A nave espacial subsequentemente entrou em modo de segurança e o contato com a espaçonave foi perdido. 
Originalmente, a sonda estava destinada a observar Marte durante um ano marciano (aproximadamente 2 anos terrestres). No entanto, com base na vasta quantidade de dados científicos valiosos retornados, a [[NASA]] estendeu a missão três vezes. A Surveyor permanece em uma órbita circular quase-polar estável em aproximadamente 450 quilômetros de altitude, e baterá na superfície do planeta em aproximadamente 2047.
 
== Galeria de imagens ==
2 111

edições