Abrir menu principal

Alterações

Desfeita a edição 56271651 de 168.194.163.235 Sem fontes
* Os que são constituídos por rochas muito antigas, arrasadas por muitas fases de erosão, com grande complexibilidade de rochas, predominando as [[rocha metamórfica|metamórficas]] da era Proterozoica (essas rochas são alterações de [[rocha ígnea|rochas ígneas]]) são os chamados planaltos de '''plataforma'''. Há três áreas com essas características no Brasil; a plataforma das Guianas, a Sul-amazônica e a do São Francisco.
* O segundo tipo de planaltos encontrados no Brasil corresponde ao de "cinturão [[orogênese|orogênicos]]", muito antigo, de diversa idade do pré-cambriano, muito desgastado pelas várias fases erosivas ocorridas, ainda guardando um aspecto serrano. Devido aos vários dobramentos, aparecem, além das rochas metamórficas, muitas intrusões e até efusões vulcânicas.Esses cinturões são os do Atlântico, o de Brasília e o do Paraguai-Araguaia, e, nas exposições de intrusões, aparecem os núcleos arqueados, como o de Borborema e Sul-Riograndense.
* O último tipo de planaltos que vamos encontrar no território brasileiro é o das três grandes bacias sedimentares: Amazônica, do Parnaíba ou Maranhão, Parecis e a do Paraná. Os planaltos aí formados constituem-se de rochas sedimentares do Paleozoico e do Mesozoico, produzidas por depósitos marinhos e continentais.
 
{{Referências}}
157 819

edições