Diferenças entre edições de "Economia mista"

3 bytes adicionados ,  05h28min de 23 de setembro de 2019
m
Adição da palavra "de" antes de '"socialismo"' no 4o parágrafo.
m (Foram revertidas as edições de 2804:431:B711:EAC4:5904:3926:1168:E7F2 para a última revisão de Douglasboavista, de 04h33min de 19 de maio de 2019 (UTC))
Etiqueta: Reversão
m (Adição da palavra "de" antes de '"socialismo"' no 4o parágrafo.)
Como exemplo em períodos históricos anteriores, pode-se classificar o modelo econômico da Europa durante o período que vai do Renascimento até as vésperas da Revolução Industrial como um período intermediário entre uma economia [[feudal]] e outra tipicamente [[capitalista]]. Em algumas regiões da Europa já existiam características do capitalismo (acumulação de capital, propriedade privada, "financeirização" da economia), em outras o sistema econômico continuava tipicamente feudal.
 
Na atualidade, o conceito de "economia mista" é muito usado como sinônimo de modelos mistos entre [[economia de mercado]] e economia orientada, planejada, ou ainda [[economia planificada]]. Como modelos ideais puros nunca existiram, teoricamente todo sistema econômico poderia ser considerado misto em algum grau. Muitas vezes o conceito de economia mista também é usado também como sinônimo de modelo híbrido entre grandes sistemas socioeconômicos como o [[capitalismo]] e o [[socialismo]], embora existam diferentes modelos de regulação econômica nestes dois sistemas. Algumas fontes preferem o uso do termo "[[economia dirigida]]" em vez de "socialismo" na definição da economia mista.
 
Nos anos 1990 dois padrões diferentes de modelos mistos se consolidaram, o da chamada [[terceira via]], que se propôs a criar um modelo misto entre o capitalismo orientado do ''"welfare state"'' ([[estado de bem-estar social]]) e uma reinterpretação do [[liberalismo]] clássico, voltado apenas para o plano econômico. Este modelo foi popularizado como [[neoliberalismo]]. O outro modelo de economia híbrida consolidado no mesmo período é o chinês, na época chamado de [[socialismo de mercado]], que compõe características tanto de regulação do [[mercado]] típicos do capitalismo politicamente orientado quanto da economia planificada que vinha sendo modificada desde os anos 1960, já como um modelo distinto daquele de planificação adotado na ex-[[União Soviética]].
9

edições