Porto de Santos: diferenças entre revisões

1 byte removido ,  18h04min de 29 de setembro de 2019
(Desfeita a edição 56320112 de 187.106.75.45 redundância)
Etiqueta: Desfazer
=== Estrutura física ===
[[Imagem:Porto de Santos.jpg|thumb|Navios cargueiros atracados no Porto de Santos.]]
O estuário do Porto de Santos é um braço d'água natural, no qual foram instalados os terminais de carga. Sua margem esquerdadireita compreende a área [[Ilha|insular]] da cidade de Santos, e sua margem esquerda, parte de Cubatão, a área continental de Santos e a [[Ilha de Santo Amaro]], que compõe o município do Guarujá. Não houve aterramentos ou expansões físicas da estrutura terrestre, com a exceção dos atuais terminais açucareiros, localizados na área de Paquetá-Outeirinhos.
 
A profundidade natural do estuário de Santos é de 6 metros. Para viabilizar o acesso de navios de maior [[calado]], é necessária a realização constante de esforços de [[dragagem]]. Em 2018, o calado permitido para a atracação de embarcações é de 13m<ref>{{Citar web|url=http://dragagem.portodesantos.com.br/portal/noticia?noticia=MjQ2|titulo=A evolução da frota marítima e a necessidade de dragagem - Dragagem do Porto de Santos|acessodata=2018-10-30|obra=dragagem.portodesantos.com.br|lingua=pt-br}}</ref>.
Utilizador anónimo