Diferenças entre edições de "Deteção Militar de Atividades Antipátria"

sem resumo de edição
m (Robô: Alteração da categoria redirecionada Serviços de inteligência para Agências de inteligência)
 
O '''DEMIAP''' ('''''Détection Militaire des Activités Anti-Patrie''''' - ''Detecção Militar de Atividades Anti-Pátria'') era o antigo [[serviço de inteligência]] da [[República Democrática do Congo]]. Sucedeu a SARM (''Service d'action et de renseignements militaires'', em português ''Serviço de Ação e de Inteligência Militar). eSegundo Serviçofontes oficiais belgas em 2002, esteve sob a autoridade, 'pelo menos oficialmente', do chefe de Inteligênciagabinete das Forças Armadas Congolesas (''Forces armées congolaises'', FAC)<ref>[https://www.refworld.org/docid/3f7d4e0931.html ODemocratic Republic of Congo: Military Detection of Unpatriotic Activities (DEMIAP), including the organizational structure, activities and role of the organization, as well as the role of its "commander;" whether DEMIAP members have committed serious human rights violations, including torture and crimes against humanity (2000-2002)] - UNHCR </ref>, foisendo sucedido pelo [[FARDC]] em [[2002]].
 
Aparentemente O DEMIAP agia como inteligência militar.[http://www.monuc.org/News.aspx?newsID=14383]
 
Seu antigo comandante, general ''[[Dieudonné Mbandakulu]]'', foi nomeado em 2007 chefe da FARDC.
 
==Referências==
{{referências}}
*http://www.irb-cisr.gc.ca/en/research/rir/?action=record.viewrec&gotorec=438486
 
{{Esboço}}