Abrir menu principal

Alterações

sem resumo de edição
Trabalhou como jornalista em revistas e periódicos, passando por veículos como ''[[Folha de S.Paulo]],'' ''[[Planeta (revista)|Planeta]]'', ''[[Bravo! (revista)|Bravo!]]'', ''[[Primeira Leitura (revista)|Primeira Leitura]]'', ''[[Jornal do Brasil]]'', ''[[Jornal da Tarde (São Paulo)|Jornal da Tarde]]'', ''[[O Globo]]'', ''[[Revista Época|Época]]'' e ''[[Zero Hora]]'' e ''[[Diário do Comércio]]''. Como [[astrólogo]], colaborou no primeiro curso de [[extensão universitária]] em astrologia da [[Pontifícia Universidade Católica de São Paulo]] (PUC-SP), em 1979, oferecido a formandos em psicologia.<ref name=":16">{{citar web|url=http://cnastrologia.org.br/juan-alfredo-cesar-muller/|data=27/01/2010|acessodata=13/02/2017|publicado=Central Nacional de Astrologia|ultimo=|primeiro=|autor=|título=Juan Alfredo César Müller - Central Nacional de Astrologia}}</ref> E como escritor, seu primeiro livro foi lançado em 1980, ''A Imagem do Homem na Astrologia''. Seu livro ''[[O Mínimo que Você Precisa Saber para não Ser um Idiota]]'', lançado em 2013, vendeu algo próximo de 320 mil exemplares.<ref name="BBC">{{citar web|data=15 de dezembro de 2016|acessodata=23 de dezembro de 2016|publicado=BBC Brasil|autor=João Fellet|URL=http://www.bbc.com/portuguese/brasil-38282897|título=''Olavo de Carvalho, o 'parteiro' da nova direita que diz ter dado à luz flores e lacraias''}}</ref> Sua obra também inclui ''[[O Jardim das Aflições]]'' (1995), e ''[[O Imbecil Coletivo]]'' (1996), entre outros livros.
 
Como polemista, Olavo se caracteriza por não se pautar pelo [[politicamente correto]] e pelo uso frequentes de ataques [[ad hominem]] obscenos.<ref name="BBC 1-1">{{citar web|data=15 de dezembro de 2016|acessodata=16 de outubro de 2019|publicado=The Intercept|autor=Mário Magalhães|URL=https://theintercept.com/2018/11/27/a-estranha-obsessao-de-olavo-de-carvalho-pelo-furico-alheio/|título=A estranha obsessão de Olavo de Carvalho pelo furico alheio}}</ref> Seus livros e artigos difundem teorias conspiratórias e informações falsas.<ref name="Carta Capital 1-1">{{citar web|data=15 de dezembro de 2016|acessodata=16 de outubro de 2019|publicado=CartaCapital|autor=José Antônio|URL=https://www.cartacapital.com.br/politica/corram-os-comunistas-estao-chegando-8968.html|título=Corram, os comunistas estão chegando}}</ref><ref name="OC 15-15">{{citar web|data=26 de julho de 2017|acessodata=16 de outubro de 2019|publicado=Olavo de Carvalho - Website Oficial|autor=Olavo de Carvalho e Stefan Molyneux - Youtube|URL=https://www.youtube.com/watch?v=1MpDcBo5UOc|título=Why Cultural Marxism Matters}}</ref><<ref name="Olavo 4-4">{{citar web|data=14 de novembro de 2014|acessodata=16 de outubro de 2019|publicado=Colunas Tortas|autor=Vinicius Siqueira |URL=https://web.archive.org/web/20170514113017/https://colunastortas.com.br/o-que-e-marxismo-cultural|título=O que é marxismo cultural? Uma abordagem à esquerda}}</ref><ref name="El Pais 5-5">{{citar web|data=11 de dezembro de 2018|acessodata=16 de outubro de 2019|publicado=Colunas Tortas|autor=Carla Jiménez |URL=https://brasil.elpais.com/brasil/2018/11/22/politica/1542910509_576428.html |título=“Anti-marxista” indicado por Olavo de Carvalho será ministro da Educação}}</ref> Olavo também é acusado de fomentar [[discurso de ódio|discursos de ódio]]<ref name="OC 6-6">{{citar web|data=23 de dezembro de 2018|acessodata=16 de outubro de 2019|publicado=Global Media and Communication|autor=Liriam Sponholz Christofoletti |URL=https://doi.org/10.1177/1742766518818870 |título=From preachers to comedians: Ideal types of hate speakers in Brazil}}</ref> e o [[anti-intelectualismo]].<ref name="OC 7-7">{{citar web|data=28 de novembro de 2018|acessodata=16 de outubro de 2019|publicado=DW.com|autor= |URL=https://www.dw.com/pt-br/brasil-um-pa%C3%ADs-do-passado/a-46477566 |título=Brasil, um país do passado}}</ref> Olavo é crítico da modernidade e demonstra interesse por filosofia histórica, história dos movimentos revolucionários, [[tradicionalismo]] e [[religião comparada]].<ref name="OC 8-8">{{citar web|data=15 de dezembro de 2016|acessodata=16 de outubro de 2019|publicado=BBC News Brasil|autor= João Fellet |URL=https://www.bbc.com/portuguese/brasil-38282897 |título=Olavo de Carvalho, o 'parteiro' da nova direita que diz ter dado à luz flores e lacraias}}</ref><ref name="OC 9-9">{{citar web|data=15 de dezembro de 2016|acessodata=16 de outubro de 2019|publicado=BBC News Brasil|autor=Lucas Patschiki |URL=http://www.uel.br/grupo-pesquisa/gepal/v9_lucas_GIX.pdf |título=Fascismo e internet, uma possibilidade de análise social através das redes extrapartidárias: o caso do "Mídia sem Máscara"}}</ref> Suas ideias são rejeitadas por acadêmicos.<ref name="OC 10-10">{{citar web|data=10 de fevereiro de 2019|acessodata=16 de outubro de 2019|publicado=O Globo|autor= |URL=https://oglobo.globo.com/sociedade/olavo-de-carvalho-esta-errado-nao-entendeu-kant-dizem-tres-nomes-de-destaque-da-academia-brasileira-23440419 |título=Olavo de Carvalho está errado e não entendeu Kant, dizem três nomes de destaque da academia brasileira}}</ref><ref name="OC 11-11">{{citar web|data=14 de dezembro de 2018|acessodata=16 de outubro de 2019|publicado=Folha de S. Paulo|autor= |URL=https://www1.folha.uol.com.br/ilustrissima/2018/12/esnobado-por-intelectuais-olavo-de-carvalho-dominou-video-e-redes-sociais.shtml |título=Esnobado por intelectuais, Olavo de Carvalho dominou vídeo e redes sociais}}</ref><ref name="OC 12-12">{{citar web|data=30 de novembro de 2018|acessodata=16 de outubro de 2019|publicado=Folha de S. Paulo|autor= |URL=https://www1.folha.uol.com.br/ilustrissima/2018/11/unica-coisa-rigorosa-no-discurso-de-olavo-sao-os-palavroes-diz-ruy-fausto.shtml|título=Única coisa rigorosa no discurso de Olavo são os palavrões, diz Ruy Fausto}}</ref>
 
== Vida pessoal ==
16 615

edições