Diferenças entre edições de "Epiteto"

4 bytes removidos ,  17h37min de 13 de novembro de 2019
(Correções ortográficas e de pontuação. Além disso, retirei citações desnecessárias/incabíveis no conteúdo de se estudar Epiteto: ora, quem acrescentou dados acerca de obras de Nietzsche afunilou o que pensa ser relevante de um autor (Epiteto) à outro (Nietzsche). Não cabe, ao se estudar Epiteto, acrescentar Nietzsche como se um fosse mais importante - ou, de certa forma, inferior ou sujeito - ao outro.)
 
== Citações ==
"Das coisas existentes, algumas  são encargos nossos; outras não. São encargos nossos o juízo, o impulso, o desejo, a  repulsa - em suma: tudo  quanto  seja  ação  nossa. Não são encargos nossos o  corpo, as posses, a reputação, os  cargos públicos – em suma: tudo  quanto não seja ação nossa. Por  natureza, as coisas que são  encargos nossos são livres, desobstruídas, sem entraves. As que não são encargos nossos são  débeis, escravas, obstruídas, de  outrem".
 
"Se alguém lhe disser que uma certa pessoa fala mal de você, não se justifique sobre o que é dito sobre, mas responda: 'Ele ignora minhas outras falhas, senão não teria mencionado só essas'".<ref>{{citar web|url=http://www.estoico.com.br/?p=329|titulo=O estoico|data=|acessodata=|publicado=|ultimo=|primeiro=}}</ref>{{referências}}
Utilizador anónimo