Diferenças entre edições de "B3 (bolsa de valores)"

828 bytes adicionados ,  00h54min de 20 de novembro de 2019
→‎História: Breve expansão
(→‎Novo Mercado: Remove trecho sem fontes há 2 anos e cabeçalho de lista removida)
(→‎História: Breve expansão)
[[Imagem:Sao Paulo Stock Exchange.jpg|miniatura|esquerda|Painel de cotações em 2007.]]
[[Imagem:Bovespa_Traders.jpg|miniatura|esquerda|Bovespa em 2009.]]
{| class="wikitable floatright"
|-
|+Número de investidores pessoa física na B3<ref>[http://www.b3.com.br/pt_br/market-data-e-indices/servicos-de-dados/market-data/consultas/mercado-a-vista/historico-pessoas-fisicas/]</ref>
|-
! Ano
! Investidores
|-
| 2002
| 85,249
|-
| 2003
| 85,478
|-
| 2004
| 116,914
|-
| 2005
| 155,183
|-
| 2006
| 219,634
|-
| 2007
| 456,557
|-
| 2008
| 536,483
|-
| 2009
| 552,364
|-
| 2010
| 610,915
|-
| 2011
| 583,202
|-
| 2012
| 587,165
|-
| 2013
| 589,276
|-
| 2014
| 564,116
|-
| 2015
| 557,109
|-
| 2016
| 564,024
|-
| 2017
| 619,625
|-
| 2018
| 813,291
|-
| 2019
| 1,536,216
|}
 
A CETIP era conhecida por seu ambiente de balcão que, diferentemente do ambiente de bolsa, oferece aos participantes uma maior flexibilidade para o registro da negociação de títulos e valores mobiliários de [[renda fixa]], assim como registrar, custodiar e liquidar títulos públicos estaduais e municipais emitidos após 1992, títulos representativos de dívidas de responsabilidade do [[Tesouro Nacional]], além de todos os créditos securitizados da União, da Dívida Agrícola, dos Títulos da Dívida Agrária e também dos certificados financeiros do Tesouro e principalmente a custódia de [[Derivativos]] de balcão. Era a integradora do mercado financeiro, pois oferecia produtos e serviços de registro, custódia, negociação e liquidação de ativos e títulos. Era também a maior depositária de títulos privados de renda fixa da América Latina e a maior câmara de ativos privados do país, com estoque de mais de cinco trilhões de reais, em início de 2015, com movimentação diária de 42,68 bilhões de reais e liquidação financeira de 30,34 bilhões de reais.<ref name="História"/><ref name="História2"/><ref name="História3"/>
 
Em 22 de março de 2017, a [[Comissão de Valores Mobiliários]] (CVM) e o [[Conselho Administrativo de Defesa Econômica]] (CADE) aprovaram a fusão da CETIP com a BM&FBovespa. A empresa passou a ser a 5º maior bolsa de mercado de capitais e financeiro do mundo, com patrimônio de 13 bilhões de dólares.<ref name="B3"/><ref>{{citar web |url=http://exame.abril.com.br/mercados/o-que-muda-com-a-b3-a-ex-bmfbovespacetip/ |titulo=O que muda com a B3, a ex-BM&FBovespa/Cetip |editor=[[Revista Exame]] |data=31 de março de 2017 |autor=Rita Azevedo |acessodata=13 de agosto de 2017}}</ref>
 
Em outubro de 2019 a B3 atingiu 1,5 milhões de investidores pessoa física.<ref>[https://valor.globo.com/financas/noticia/2019/10/29/nmero-de-pessoas-fsicas-na-bolsa-atinge-15-milho.ghtml]</ref>
 
== Estrutura ==