Diferenças entre edições de "Ocupação alemã de Luxemburgo durante a Segunda Guerra Mundial"

→‎Antecedentes: 4 paragrafo
(mais dados e refs.)
(→‎Antecedentes: 4 paragrafo)
Em 10 de maio de 1940, a ''[[Wehrmacht]]'' (forças armadas alemãs) invadiu Luxemburgo e também a [[Batalha da Bélgica|Bélgica]] e os [[Batalha dos Países Baixos|Países Baixos]], abrindo o caminho para a próxima [[Batalha de França|invasão da França]].<ref>{{Citar web|titulo=German Occupation of Luxembourg in World War II (May 10, 1940)|url=http://totallyhistory.com/german-occupation-of-luxembourg-in-world-war-ii/|obra=Totally History|data=2013-06-13|acessodata=2019-09-04|lingua=en-US}}</ref>
 
Luxemburgo foi então colocado sob administração do [[exército alemão]], mas logo depois um governo civil assumiu até que o país foi formalmente anexado à [[Alemanha Nazista]]. Os alemães acreditavam que o território luxemburguês era parte do [[Grande Reich Germânico|Reich Alemão]] e iniciaram um programa de repressão cultural, especialmente para livrar o país da influência [[França|francesa]]. Muitos cidadãos de Luxemburgo colaboraram com os nazistas, enquanto outros iniciaram uma resistência contra os alemães. A partir de 1942, cerca de 1 500 a 2 000 luxemburgueses se alistaram voluntariamente nas forças armadas alemãs,<ref>{{Citar web|titulo=Luxemburg Volunteers in the German Wehrmacht WWII|url=https://www.feldgrau.com/WW2-German-Wehrmacht-Luxemburg-Volunteers|obra=www.feldgrau.com|acessodata=2019-11-26}}</ref> o que não correspondeu aos números desejados pelo exército alemão.<ref name="Dostert" /> [[Paul Dostert]] afirma que vários casos indicam que muitos "voluntários" não eram de facto voluntários: numerosos casos são conhecidos onde criminosos, mentalmente perturbados e [[Associalidade|associais]] se voluntariaram para evitar serem enviados para um campo de concentração.<ref name="Dostert" /> Em Outubro de 1942, os ocupantes forçaram o serviço militar obrigatório. <ref name="Dostert" /> Enquanto isso, cerca de 3 500 judeus de Luxemburgo foram mortos no [[Holocausto]]. O processo de libertação do país pelos [[Aliados da Segunda Guerra Mundial|Aliados]] finalmente começou em setembro de 1944, mas foi atrasado devido a [[Batalha das Ardenas|ofensiva alemã nas Ardenas]]. Os nazistas só foram expulsos em definitivo no começo de 1945. O número de vítimas luxemburguesas saldou-se em 5 700.<ref name="Dostert" />
 
== Antecedentes ==
 
Em novembro de 1918, a Alemanha assinou o [[armistício de Compiègne]] com os Aliados, pondo fim aos combates. Conforme as condições do armistício, as tropas alemãs se retiraram de todos os territórios ocupados, incluindo o Luxemburgo.<ref>{{citar web|url=https://web.archive.org/web/20060902083956/http://history.acusd.edu/gen/text/versaillestreaty/all440.html|titulo=The Versailles Treaty - June 28, 1919 (Arq. em WayBack Machine)|data=28 de Junho de 1919|acessodata=6 de Setembro de 2019}}</ref>
 
No início da Segunda Guerra Mundial, em Setembro de 1939, o Luxemburgo declarou-se neutro.<ref name=":1">{{Citar web|titulo=Luxembourg 1940-1945|url=https://web.archive.org/web/20110926143806/http://www.mnhm.lu/pageshtml/aroundluxembourg.php|obra=web.archive.org|data=2011-09-26|acessodata=2019-11-26}}</ref> , principalmente na esperança de que isso fosse suficiente para impedir uma nova ocupação alemã. As forças armadas tinham sido aumentadas para um máximo de 268 gendarmes e 425 soldados de uma companhia de voluntários <ref>{{Citar web|titulo=Le Corps des Gendarmes et Volontaires - Historique - Lëtzebuerger Arméi|url=https://web.archive.org/web/20110914222238/http://www.armee.lu/historique/corps_gendarmes_volontaires.php|obra=web.archive.org|data=2011-09-14|acessodata=2019-11-26}}</ref> e na fronteira com a Alemanha foi criada a "Linha Schuster", um conjunto de bloqueios de estradas, em betão com portas de aço, para proteger as principais passagens fronteiriças; todas estas medidas visavam, acima de tudo, tranquilizar a opinião pública interna, fortemente preocupada com a política agressiva da Alemanha<ref name=":1" /> . A nível militar, estas forças do Luxemburgo - mínimas, devido ás restrições do [[Tratado de Londres de 1867]] - só poderiam abrandar um eventual invasor.
 
== Ver também ==
2 266

edições