Diferenças entre edições de "Ocidentalismo"

560 bytes removidos ,  04h53min de 29 de novembro de 2019
m
Foram revertidas as edições de Mochileiro954 para a última revisão de Danielly Campos Dias, de 20h40min de 5 de junho de 2019 (UTC)
(Adicionei novo conteúdo à página, dissertando um pouco sobre o contato da mídia ocidental com a cultura oriental.)
Etiquetas: Edição via dispositivo móvel Edição feita através do sítio móvel
m (Foram revertidas as edições de Mochileiro954 para a última revisão de Danielly Campos Dias, de 20h40min de 5 de junho de 2019 (UTC))
Etiqueta: Reversão
 
Diferentes graus de dominação, destruição, resistência, sobrevivência, adaptação e modificação da cultura nativa podem seguir-se a um contato interétnico. Numa situação onde uma cultura nativa vivencia a destruição como resultante do contato com um intruso mais poderoso, frequentemente uma "fase de choque" é o resultado do encontro. Esta fase de choque é especialmente característica durante interações envolvendo épocas expansionistas ou colonialistas. Durante a fase de choque, a repressão civil usando forças militares pode levar a um colapso cultural ou [[etnocídio]], o qual é a extinção física de uma cultura. De acordo com Conrad Phillip, os ocidentais "tentarão refazer a cultura nativa à sua própria imagem, ignorando o fato de que os modelos culturais que eles criaram são inadequados para ambientes fora da civilização ocidental".
 
A ocidentalização encontra-se também na forma de como a mídia lida com a cultura oriental e tenta ocidentaliza-la, exemplos como Kung Fu Panda, Karate Kid, Power Ranger e outros, a maneira na qual o ocidente exibe essa cultura cria uma imagem que no oriente tem somente comidas exóticas, artes marciais, ninjas, pessoas muito inteligentes, etc.
A transmissão dessa cultura vem por meio de filmes, séries, mangás, animes e livros. O contato com a cultura oriental tende a aumentar com o avanço de novas tecnologia, e a expansão do mercado oriental.
 
== Definição de Ocidente ==
168 509

edições