Diferenças entre edições de "Reino Iquíxida"

3 bytes adicionados ,  18h01min de 5 de dezembro de 2019
sem resumo de edição
|era = [[Idade Média]]
|ano_início = 935
|evento_início = Ascensão de [[Maomé ibne TugejeTugueje]]
|ano_fim = 969
|evento_fim = Conquista pelo [[Califado Fatímida]]
|título_líder = [[Emir]]
|líder1 = [[Maomé ibne TugejeTugueje]] (primeiro)
|ano_líder1 = 935-946
|líder2 = [[Abul Fauaris Amade ibne Ali]] (último)
}}
 
'''Reino Iquíxida'''{{sfn|Lopes|2017}} foi um Estado independente ''de facto'' surgido em 935 quando [[Maomé ibne TugejeTugueje]] {{nwrap|r.|935|946}} foi designado governador do [[Egito medieval|Egito]] e agiu semiautonomamente em relação ao governo central do [[Califado Abássida]] em [[Bagdá]]. Sua dinastia, os iquíxidas, eram de origem [[turcomanos|turca]]. Em 937, foi nomeado [[iquíxida]] ([[língua persa|persa]] para "príncipe") pelo [[califa abássida|califa]] [[Arradi]] {{nwrap|r.|934|940}} e pôde assegurar sua posição em relação ao [[emir de emires]] [[Maomé ibne Raique]] e o [[hamadânidas|hamadânida]] [[Ceife Aldaulá]] {{nwrap|r.|945|967}} de [[Alepo]]. De 946 a 968, o poder ficou nas mãos do [[vizir]] [[Abul Misque Cafur]], embora [[Abu Alcacim Unujur ibne Iquíxida|Unujur]] {{nwrap|r.|946|961}} e [[Abul Haçane Ali ibne Iquíxida|Ali]] {{nwrap|r.|961|966}} mantiveram-se como soberanos nominais. Por algum tempo, Cafur com sucesso conseguiu repelir as investidas hamadânidas e fatímidas em seu território e patrocinou as artes. Em 969, o [[Califado Fatímida]] derrubou [[Abul Fauaris Amade ibne Ali]] {{nwrap|r.|968|969}} no Egito, enquanto os hamadânidas repeliram os governadores iquíxidas do norte da [[Bilade Axam|Síria]].{{sfn|Editores|1998}}
 
{{referências|col=2}}