Região: diferenças entre revisões

8 bytes adicionados ,  14h00min de 11 de dezembro de 2019
sem resumo de edição
m (Adição da definição de Região baseados em livros acadêmicos)
Etiquetas: Editor Visual Edição via dispositivo móvel Edição feita através do sítio móvel
Etiquetas: Edição via dispositivo móvel Edição feita através do sítio móvel
A [[geografia humanista]] (ao menos na proposta de [[Armand Frémont]]), concebe a região não apenas com base em critérios econômicos e político-administrativos, mas também como espaço de identidade e de pertencimento. A região é, assim, um espaço mais amplo do que o lugar e onde vivem as pessoas com as quais um determinado indivíduo se identifica. Por exemplo, se uma pessoa que nasceu no Nordeste do Brasil acha que os nordestinos têm um jeito próprio de ser, irá pensar nessa região como o espaço em que vivem pessoas iguais a ela, muito embora ela não tenha visitado a maior parte dessa região<ref>Luis Lopes Diniz Filho. '''Fundamentos epistemológicos da geografia'''. 1. ed. Curitiba: IBPEX, 2009 (Coleção Metodologia do Ensino de História e Geografia, 6), p. 169.</ref>.
 
A [[geografia crítica]] relegou o estudo regional a um plano secundário, pois o identificou com o empirismo da vertente tradicional<ref>Bertha K. Becker; Claudio A. G. Egler. '''Brasil''': uma nova potência regional na economia-mundo. 2. ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1994 (Coleção Geografia)</ref>. Os geógrafos críticos preferem trabalhar com os conceitos de [[espaço geográfico|espaço]] e de [[território]]. Alguns geógrafos que procuraram trabalhar com questões regionais numa perspectiva crítica são [[Yves Lacoste]] e [[Edward Soja]]. Vale também mencionar que [[Milton Santos]] elaborou uma proposta de regionalização do território brasileiro em seu livro ''Brasil: território e sociedade no início do século XXI''. fé tropa"
 
Devido à crise do planejamento regional, que se inicia nos anos 1980, o conceito de ''região'' não tem sido muito trabalhado pela geografia e nem pela economia regional. Hoje, o conceito mais usado pelos geógrafos latino-americanos é o de ''território'' <ref>Rogério Haesbaert. Território e região numa "constelação" de conceitos. In: MENDONÇA, F.; SAHR, C. L. L.; SILVA, M. (org.). '''Espaço e tempo''': complexidade e desafios do pensar e do fazer geográfico. Curitiba: Ademadan, 2009.</ref>.
Utilizador anónimo