Diferenças entre edições de "Skylab 4"

322 bytes adicionados ,  01h06min de 14 de dezembro de 2019
==Missão==
[[Imagem:Skylab and Earth Limb - GPN-2000-001055.jpg|thumb|left|200px|Última imagem do Skylab em órbita, feita pela tripulação da Skylab 4, na missão de despedida ao laboratório espacial.]]
Ao chegar ao [[Skylab]], a tripulação lá encontrou três bonecos vestidos com roupas espaciais, um presente deixado pela tripulação anterior, a [[Skylab 3]]. A missão começou mal, com os astronautas tentando esconder do controle da missão o mal estar de um dos tripulantes (William Pogue), causado pela '[[doença do espaço]]', descoberto depois pelos controladores em [[Terra]] pelas gravações das vozes a bordo.
 
Durante o progresso dos trabalhos, os controladores acharam que a equipe não estava realizando as funções pré-estabelecidas no ritmo pretendido, com a tripulação cansando antes do esperado. Por sua vez, eles reclamavam da sobrecarga de tarefas em tempo exíguo. O ápice da situação chegou a uma [[videoconferência]] entre a tripulação e a [[NASA]], que resolveu fazer modificações no [[organograma]] de tarefas da missão. Após este fato, ao fim da missão os tripulantes haviam realizado mais tarefas que o programado antes do lançamento. Estes fatos acabaram criando importantes lições que haveriam de ser usadas nas agendas de tarefas das missões posteriores.
 
No [[Dia de Ação de Graças]], os astronautas [[William Pogue]] e [[Richard Gibson]] fizeram seis horas e meia de '[[caminhadas espaciais]]', recolocando filme no observatório solar e consertandorealizando reparos em uma [[antena]]. No sétimo dia, a tripulação reportou um defeito no sistema de controle de altitude do [[giroscópio]] da estação, causado por deficiência de [[lubrificação]], o que poderia abreviar o tempo da missão,; mas os giroscópios de reserva foram acionados, funcionando a contento.
 
A tripulação fez mais de 75 mil imagens da Terra e do [[Sol]] e, no dia [[13 de dezembro]], acompanhou do espaço a passagem do [[cometa Kohoutek]], que teve sua passagem filmada através do observador solar.
 
Ao final da missão, a última do programa Skylab, a tripulação completou 1214 órbitas da Terra e realizou 22 horas[[hora]]s de [[Atividades extraveiculares|Atividades extra-veiculares]], durantecompletando 84 dias ininterruptos no espaço. Até a atualidade, esta é a mais longa missão espacial exclusivamente estadunidense. Também foi o primeiro voo espacial estadunidense no qual todos os três tripulantes jamais haviam participado de uma missão anterior. Nenhum dos três astronautas foijamais novamenteretornou ao espaço, com dois deles (Carr e Pogue) retirando-se da NASA antes mesmo do início do [[Ônibus espacial|programa dos ônibus espaciais]].
 
{{Referências}}
Utilizador anónimo