Diferenças entre edições de "Gato de Schrödinger"

2 bytes adicionados ,  18h02min de 27 de dezembro de 2019
m
Edições menores
m (Foram revertidas as edições de 143.208.21.105 para a última revisão de 177.220.88.75, de 22h42min de 5 de setembro de 2019 (UTC))
Etiqueta: Reversão
m (Edições menores)
[[Imagem:Schrodingers cat.svg|320px|thumb|right|O Gato de Schrödinger: Um gato, junto com um frasco contendo veneno, é posto em uma caixa lacrada protegida contra [[incoerência quântica]] induzida pelo ambiente. Se um [[contador Geiger]] detectar radiação, o frasco é quebrado, liberando o veneno, que mata o gato. A mecânica quântica sugere que, depois de algum tempo, o gato estará [[Sobreposição quântica|''simultaneamente'' vivo ''e'' morto]]. Mas, quando se olha para dentro da caixa, apenas se vê o gato ''ou'' vivo ''ou'' morto, não uma mistura de vivo ''e'' morto.]]
 
O '''Gato de Schrödinger''' é uma [[experiência mental]], frequentemente descrita como um [[paradoxo]], desenvolvida pelo físico austríaco [[Erwin Schrödinger]], em 1935. A experiência procura ilustrar a [[interpretação de Copenhague]] da [[mecânica quântica]], imaginando-a aplicada a objetos do dia- a- dia. No exemplo, há um gato encerrado em uma caixa, de forma a não estar apenas vivo ou apenas morto, mas sim "vivomortovivo-morto".
 
Por sua vida supostamente atrelar-se a um evento aleatório - usualmente o [[decaimento radioativo]] - um gato "vivomortovivo-morto" surgiria como reflexo de um estado físico atípico ao [[física newtoniana|senso comum]] mas presente em sistemas quânticos, que é o estado de superposição quântica. Em termos técnicos, o estado "vivomortovivo-morto" (claramente distinto do estado vivo e distinto do estado morto) compõe-se pelo emaranhamento desses dois estados e constitui ''de fato'', segundo o que se busca elucidar, a situação do gato no experimento, ao menos enquanto o sistema permanecer fechado, sem ser observado.
 
O experimento também traz à tona questionamentos quanto à natureza do "[[Observador (física quântica)|observador]]" e da "observação" na mecânica quântica; se ''você'', pelo fato de abrir a caixa e deparar-se com o gato ou vivo ou morto ([[colapso da função de onda]]), é ou não o responsável pela vida ou pela morte do gato; à parte o próprio gato como observador, por simplicidade.
 
Foi no transcurso desse experimento que Schrödinger criou o termo ''Verschränkung'' (em português, [[Entrelaçamento quântico|entrelaçamento]]).
 
== Origem e motivação ==
223

edições