Diferenças entre edições de "Herodes Arquelau"

sem resumo de edição
m (Foram revertidas as edições de 45.234.153.151 (usando Huggle) (3.4.9))
Etiquetas: Huggle Reversão
 
{{Ver desambig||Herodes (desambiguação)}}{{mais-notas|data=Outubro de 2011}}
{{Info/Biografia/Wikidata | buscarwikidata=ALL}}
'''Herodes Arquelau''' ({{dni|lang=br|||23 a.C.|si}} — {{morte|lang=br|||18}} d.C.) governou a [[Judeia]]. Ele foi filho e sucessor de [[Herodes]].<ref name="josefo.antiguidades.18.4.3">[[Flávio Josefo]], ''Antiguidades Judaicas'', Livro XVIII, Capítulo 4 ''Como os samaritanos fizeram um tumulto e Pilatos destruiu boa parte deles. Como Pilatos foi acusado e as coisas que Vitélio fez com os judeus e os partas'', 3</ref> O menos estimado dos filhos de [[Herodes]], foi cruel e despótico. As queixas dos [[judeus]] contra ele finalmente o levaram ao [[exílio]].
 
Segundo o historiador judeu [[Flávio Josefo]], Arquelau foi rei da [[Judeia (província romana)|Judeia]], [[Edom|Idumeia]] e [[Samaria]]<ref>{{citar livro|titulo=Antiguidades Judaicas|ultimo=Josefo|primeiro=Flávio|editora=|ano=|local=|paginas=|capitulo=Livro XVII, Capítulo 13.|acessodata=}}</ref> durante dez anos<ref>{{citar livro|titulo=Antiguidades Judaicas|ultimo=Josefo|primeiro=Flávio|editora=|ano=|local=|paginas=|capitulo=Livro XVII, Capítulo 15 - Arquelau desposa Glafira, viúva de Alexandre, seu irmão. Augusto, ante as queixas que os judeus fazem dele, o relega para Viena, nas Gálias, e une à Síria os territórios que ele possuía. Morte de Glafira.|trad-capitulo=|acessodata=}}</ref>, desde a confirmação do testamento de [[Herodes|Herodes Magno]] pelo imperador [[Augusto]] (4 a.C) até “trinta e sete anos depois da [[batalha de Áccio]]”<ref>{{citar livro|titulo=Antiguidades Judaicas|ultimo=Josefo|primeiro=Flávio|editora=|ano=|local=|paginas=|capitulo=Livro XVIII, Capítulo 3.|acessodata=}}</ref> (6 d.C).
2 174

edições