Flávio Cavalcanti: diferenças entre revisões

4 bytes removidos ,  07h42min de 13 de janeiro de 2020
(bot: revertidas edições de 186.226.211.14 ( modificação suspeita : -24), para a edição 55603161 de O revolucionário aliado)
Etiquetas: Edição via dispositivo móvel Edição feita através do sítio móvel
'''Flávio Antônio Barbosa Nogueira Cavalcanti''' ([[Rio de Janeiro (cidade)|Rio de Janeiro]], [[15 de janeiro]] de [[1923]] — [[São Paulo (cidade)|São Paulo]], [[26 de maio]] de [[1986]]) foi um [[jornalista]], [[repórter]], [[apresentador]] de [[rádio]] e [[televisão]] e [[compositor]] [[brasil]]eiro. Um dos mais famosos comunicadores brasileiros, fez [[sucesso]] no comando de alguns programas de rádio e televisão nas décadas de 1960 e 1970, como o ''Programa Flávio Cavalcanti'', ''Um instante, maestro!'' e ''A Grande Chance''.
 
== [[Biografia]] ==
[[Ficheiro:Jacob do Bandolim, Flávio Cavalcanti, Taiguara e Sérgio Bitencourt.tif|esquerda|miniaturadaimagem|234x234px|Flávio em seu programa, com [[Jacob do Bandolim]], [[Taiguara]] e [[Sérgio Bittencourt]] ([[década de 60]]).]]
Flávio trabalhou no [[Banco do Brasil]] aos 22 anos, e no mesmo período de tempo, como repórter do [[jornal]] [[carioca]] ''A Manhã''.<ref>{{citar web|URL=http://www.dicionariompb.com.br/flavio-cavalcanti|título=Biografia no Cravo Albin|publicado=[[Dicionário Cravo Albin da Música Popular Brasileira|dicionariompb.com.br]]|acessodata=2 de março de 2014}}</ref>
Utilizador anónimo