Diferenças entre edições de "Eletroconvulsoterapia"

Sem WP:V
(Sem WP:V)
 
A '''eletroconvulsoterapia''' (ECT), '''terapia eletroconvulsiva''', '''electroconvulsivoterapia''', '''eletroconvulsivoterapia''', também conhecida por '''eletrochoques''', é um tratamento [[psiquiatria|psiquiátrico]] no qual são provocadas [[convulsão|alterações na atividade elétrica do cérebro]] induzidas por meio de passagem de corrente elétrica, sob condição de [[anestesia]] geral. Desenvolvida por volta de 1930, hoje em dia é um método utilizado mais frequentemente no tratamento de grande escala da [[Depressão nervosa|depressão]], sendo também usada para tratar a [[esquizofrenia]], a [[mania]], a [[catatonia]], a [[epilepsia]] e a [[transtorno bipolar|doença bipolar]]. A literatura médica atual confirma que a ECT é um procedimento seguro, eficaz e indolor, para o qual continuam a existir indicações precisas.<ref>ABOU SALLEH Mohamed, PAPAKOSTAS Ionannis, ZERVA Ioannis, CHRISTODOULOU George. ''Eletroconvulsoterapia: critérios e recomendações da Associação Mundial de Psiquiatria''. Revista de Psiquiatria Clínica. Órgão Oficial do Departamento e Instituto de Psiquiatria. Faculdade de Medicina - Universidade de São Paulo</ref>
 
== História ==
Este [[terapia|método terapêutico]] é provavelmente o mais controverso dos métodos usados em [[Psiquiatria]], tendo em conta a sua natureza, a história de abusos e a falta de informação. A aplicação de [[choque]]s de pequena [[voltagem]] nas [[cérebro|têmporas]] é polêmica e o método é ainda hoje associado negativamente a algum tipo de [[tortura]], sendo por diversas razões contestado por muitos profissionais na área da [[saúde mental]]. Apesar disso, a ECT é uma técnica que pode ser usada com eficácia e está consagrada em muitos países.
 
A ECT foi introduzida na Psiquiatria numa época [[fármaco|pré-farmacológica]], e era usada frequentemente em [[patologia]]s como a [[depressão]] ou [[esquizofrenia]], especialmente do tipo catatônico. Atualmente a técnica é recomendada para diversos quadros patológicos, nomeadamente nos quadros [[Depressão nervosa|depressivos graves]], com ou sem sintomas [[Psicose|psicóticos]], episódios de [[mania]] aguda, e menos frequentemente na esquizofrenia. A ECT é empregada mediante o uso de [[anestesia|anestésicos]] e relaxantes musculares.
 
== Principais indicações ==
Está reservada para aquelas situações em que a medicação não apresenta resultados, podendo ser a primeira escolha em pacientes debilitados ou idosos, nos quais a medicação pode ser mais um problema. Se o paciente respondeu bem à ECT, no passado, pode ser a sua primeira escolha. Também se utiliza a ECT na mania, esquizofrenia e na [[doença de Parkinson]] grave. A ECT pode ser o método mais seguro (por exemplo, em grávidas e idosos) e o método mais rápido (melhoria em duas semanas do humor ou delírio)
 
* Risco de suicídio
* Episódios depressivos resistentes
* Episódios depressivos graves com sintomas psicóticos
* Episódios depressivos em idosos
* Episódios depressivos em gestantes
* Episódios maníacos em gestantes
* Episódios maníacos graves com sintomas psicóticos
* Episódios maníacos resistentes
* Depressão da Doença de Parkinson
* Síndrome Neuroléptica Maligna
<ref></ref>
 
== Efeitos colaterais mais comuns ==
# Rigidez Muscular causada pela medicação para relaxamento muscular. Aliviada através de um banho quente, realizando exercícios moderados (por exemplo, caminhada) e deve informar o médico ou a enfermeira, caso necessite medicação analgésica.
# Confusão devida aos efeitos da anestesia ou tratamento. Pode não saber dizer a data ou a hora, mas este efeito é temporário.
# Perda de memória é comumente causada pela ECT, pelo que quaisquer decisões importantes devem ser adiadas. Deve manter um diário, escrever datas e horas importantes (antes e depois do tratamento), ter um calendário (anotando os dias) e procurar auxílio na sua reorientação.
# Dores de cabeça podem ser causadas pelo tratamento, pela anestesia ou pelo jejum. Pode aliviar estas dores: através da comida, com medicação analgésica, exercícios de relaxamento, técnicas de distracção, descanso em quarto escuro e/ou pano úmido sobre a fonte.
# Enjoos têm origem na anestesia ou jejum de sólidos ou líquidos, e melhoram após alimentação e ou ate mesmo a medicação.
 
== Contra-Indicações ==