Diferenças entre edições de "Sinhagad"

Sem alteração do tamanho ,  19h22min de 14 de janeiro de 2020
Partes da outrora extensa fortificação estão em ruínas. O forte abriga um memorial para Tanaji, bem como o túmulo de Rajaram Chhatrapati. Os visitantes podem ver os estábulos militares, uma cervejaria e um templo da deusa [[Kali]], além de uma estátua de Hanuman ao lado direito do templo e os portões históricos. O memorial comemorativo original de Tanaji Malusare foi desenterrado pelos trabalhadores da restauração no Forte Sinhagad em fevereiro de 2019. A estrutura de pedra foi encontrada enterrada sob cimento, concreto e camadas de tinta a óleo e acredita-se ter cerca de 350 anos de idade. <ref name="memorial of Tanaji Malusare">{{Citar jornal|titulo=A warrior’s memorial comes to light|url=https://www.thehindu.com/news/national/a-warriors-memorial-comes-to-light/article26262366.ece|agência=thehindu|publicação=The Hindu}}</ref>
 
O Forte Shinhagad desempenhou um papel vital na luta pela liberdade na Índia. [[Bal Gangadhar Tilak|Bal Gandagdhar Tilak,]] também conhecido como "O Pai da Agitação Indiana", usou o forte como refúgio de verão. ÉFoi aquiali que [[Mahatma Gandhi|Mahatma Gandhi,]] após seu retorno da África do Sul, teve um encontro histórico com Tilak. O bangalô tem seu busto na entrada. <ref>{{Citar web|url=https://www.thehindu.com/2003/10/19/stories/2003101901171800.htm|titulo=The Hindu : The tale of a once-glorious fort|obra=www.thehindu.com}}</ref>
 
Os exercícios de treinamento são realizados no forte por cadetes da Academia de Defesa Nacional em Khadakwasla. Eles são enviados regularmente em caminhadas e vão da Academia a Sinhagad em equipamento de batalha completo.
22

edições