Diferenças entre edições de "Rodrigo Constantino"

 
=== Como autor ===
* 2004: ''Prisioneiros da Liberdade'';{{Carece de fontedsfontes|data=janeiro de 2020}}
* 2005: ''Estrela Cadente: As Contradições e Trapalhadas do [[Partido dos Trabalhadores|PT]]'';{{Carece de fontedsfontes|data=janeiro de 2020}}
* 2007: ''Egoísmo Racional: O Individualismo de [[Ayn Rand]]'';{{Carece de fontedsfontes|data=janeiro de 2020}}
* 2008: ''Uma Luz na Escuridão'';{{Carece de fontedsfontes|data=janeiro de 2020}}
* 2009: ''Economia do Indivíduo: O Legado da [[Escola Austríaca]]'';{{Carece de fontedsfontes|data=janeiro de 2020}}
* 2011: ''Liberal com Orgulho'';{{Carece de fontedsfontes|data=janeiro de 2020}}
* 2012: ''Privatize Já: pare de acreditar em intrigas eleitorais e entenda como a privatização fará o Brasil um país melhor'';
{{Carece de fontedsfontes|data=janeiro de 2020}}
* 2013: ''Esquerda caviar: a hipocrisia dos artistas e intelectuais progressistas no Brasil e no mundo'';<Ref name=Livros">https://www1.folha.uol.com.br/livrariadafolha/2016/12/1797778-rodrigo-constantino-ataca-o-jeitinho-brasileiro-em-novo-livro.shtml</Ref>
* 2018: Confissões de um ex‑libertário: ''Salvando o liberalismo dos liberais modernos''.{{Carece de fontes|data=janeiro de 2020}}
 
=== Como coautor ===
* 2010: ''O Poder das Ideias - A vida, a obra e as lições de [[Ludwig von Mises]]''.{{Carece de fontedsfontes|data=janeiro de 2020}}
 
== Ver também ==
35 162

edições