Diferenças entre edições de "Guilguite-Baltistão"

393 bytes adicionados ,  11h37min de 17 de janeiro de 2020
sem resumo de edição
|legenda=Localização no Paquistão
}}
'''Gilgit-Baltistão''' ou '''Guilguite-Baltistão'''<ref name=folha>{{citar web|url=https://ec.europa.eu/translation/portuguese/magazine/documents/folha61_pt.pdf|titulo=Um década de nova toponímia|ultimo=Correia|primeiro=Paulo|data=Outono de 2019|obra=a folha - Boletim da língua portuguesa nas instituições europeias|acessodata=17 de janeiro de 2020|series=N.º 61|paginas=7&ndash;13}}</ref> ({{langx|ur|گلگت - بلتستان}}; em [[língua balti|balti]]: {{lang|ur|གིལྒིཏ་བལྟིསྟན}}) ,anteriormente conhecido como '''Áreas do Norte''' ({{langx|en|'''Northern Areas'''}}; {{langx|ur|شمالی علاقہ جات|nome|'''Shumālī Ilāqe Jāt'''}}),<ref name=app/> é uma entidade política administrada pelo [[Paquistão]]. Limita com o [[Afeganistão]] a noroeste, a província [[China|chinesa]] de [[Xinjiang]] a nordeste, o estado [[Índia|indiano]] de [[Jammu e Caxemira]] a sudeste, a [[Caxemira Livre]] (''Azad Kashmir'', a parte da [[Caxemira]] controlada pelo Paquistão) e a província paquistanesa de [[Khyber Pakhtunkhwa]] a oeste. Com uma área de {{fmtn|72971|km²}}, a região tinha uma população estimada em {{formatnum:1800000}} habitantes em 2008.
 
Devido ao diferendo entre a Índia e o Paquistão referente à Caxemira, o governo indiano chama "Caxemira ocupada pelo Paquistão" ao Gilgit-Baltistão e à Caxemira Livre. Ao contrário do que acontecia com a Caxemira Livre, as Áreas do Norte eram administradas diretamente pelo governo federal do Paquistão até 2009, quando passaram a ter autonomia e a denominar-se Gilgit-Baltistão.<ref>[http://news.xinhuanet.com/english/2009-09/07/content_12011387.htm]</ref>
 
{{Paquistão/Divisões}}
 
{{Referências}}
{{esboço-geopk}}
 
32 665

edições