Diferenças entre edições de "Eleição presidencial nos Estados Unidos em 2000"

sem resumo de edição
Etiquetas: Edição via dispositivo móvel Edição feita através do sítio móvel
}}
 
A '''eleição presidencial dos Estados Unidos de 2000''' foi uma disputa entre o candidato republicano [[George W. Bush]], então Governador do Texas e filho do ex-[[presidente]] [[George H. W. Bush]] (1989-1993) e o candidato democrata [[Al Gore]], então Vice-presidente. O presidente titular [[Bill Clinton]], estava deixando o cargo depois de ter concluído dois mandatos permitidos pela Vigésima Segunda Emenda. Bush ganhou as eleições de 7 de Novembro por uma margem estreita, com 271 votos no Colégio Eleitoral contra os 266 de Gore (com um eleitor a abster-se na contagem oficial).
[[Bill Clinton]], o Presidente em exercício, estava a desocupar a sua posição depois de ter servido o máximo de dois mandatos permitidos pela Vigésima Segunda Emenda. Bush ganhou as eleições de 7 de Novembro por uma margem estreita, com 271 votos no Colégio Eleitoral contra os 266 de Gore (com um eleitor a abster-se na contagem oficial).
 
Esta eleição ficou conhecida devido à controvérsia sobre a concessão dos 25 votos no Colégio Eleitoral da Flórida<ref name="autogenerated2000">{{citar web | url=http://www.fec.gov/pubrec/2000presgeresults.htm | título=2000 OFFICIAL PRESIDENTIAL GENERAL ELECTION RESULTS | publicado=www.fec.gov }}</ref> e o subsequente processo de recontagem nesse estado. Foi a quarta eleição em que o vencedor do voto no Colégio Eleitoral não recebeu também a pluralidade do voto popular.
Utilizador anónimo