Diferenças entre edições de "Baba Yaga"

9 bytes adicionados ,  18h00min de 27 de janeiro de 2020
→‎Origens do nome: Corrigiu erro ortográfico
(→‎Origens do nome: Corrigiu erro ortográfico)
Etiquetas: Edição via dispositivo móvel Edição via aplic. móvel Edição via aplic. Android
Segundo o linguista germano-russo [[Max Vasmer]] o nome ''Baba-yaga'' poderia ter derivado do [[proto-eslavo]] ''ęgа'', "dor". ''Baba'' nas línguas cirílicas significa "avó", enquanto ''Yaga'' é o diminutivo de ''{{lang|sla|Yadviga}}'', nome eslavo derivado do alemão e equivalente ao [[antropônimo]]/[[topônimo]] ''Edviges''.
 
O termo Yaga tem sido usado tanto para "avô" quandoquanto para "mulher" nas línguas búlgara, macedônia, romena e servo-croata. No russo moderno a palavra {{lang|ru|бабушка}} (''babushka''), que significa "avó", deriva dela, tal como a palavra {{lang|pl|''babcia''}} (que também significa "avó") em polonês, ou {{lang|uk|бабця}} (''babtsya'') em ucraniano. ''Baba'' tem sido também uma palavra de conotação pejorativa no ucraniano e russo modernos, tanto para mulheres como para "um homem delicado, tímido, ou sem caráter".{{sfnp|Johns|2004|página=9}} No polonês o termo também é considerado pejorativo, significando "uma mulher viciada ou feia".<ref>{{citar web | título = Baba jaga - Słownik języka polskiego | url = http://sjp.pwn.pl/slownik/2442313/baba_jaga | publicado = Polish Scientific Publishers PWN}}</ref>
 
Já no sânscrito, Baba significa "velha" ou "sábia" e Yaga vem de "Yajna" da tradição védica está relaciado ao fogo, ao sacrifício, e também a "Ahi" que seria "serpente" ou "mulher". O significado de Baba Yaga então estaria relacionado a "Sábia do Fogo" ou "Sábia da Transformação" -&mdash a transformação tem a ver com o sacrifício, o ato de se livrar daquilo que não mais o pertence. Comparando a outras traduções (como as relatadas abaixo) pode-se entender o significado dessa mulher sábia entrelaçado e relatado como "bruxa".
 
Termos relacionados ao segundo elemento do nome, Yaga, aparece em várias línguas eslavas: a palavra sérvio e croata ''{{lang|sh|jeza}}'' ("horror", "arrepio", "calafrio"), esloveno ''{{lang|sl|jeza}}'' ("raiva"), checo antigo '' {{lang|cz|jězě}}'' ("[[bruxa]]"), checo moderno ''{{lang|cs|jezinka}}'' ("[[dríade]]"), e polonês ''{{lang|pl|jędza}}'' ("bruxa", "fúria"). O termo aparece no [[eslavônico eclesiástico]] como ''{{lang|cu|jęza}}'' ou ''{{lang|cu|jędza}}'' ("doença", "enfermidade"). Em outras línguas indo-europeias o elemento ''iaga'' tem sido ligado ao lituano ''{{lang|lt|engti}}'' ("oprimir", "enganar"), [[inglês antigo]] ''{{lang|en|inca}}'' ("dúvida", "aflição", "dor"), e o nórdico ''ekki'' ("aflição").{{sfnp|Johns|2004|página=9}}
 
Uma variedade de etimologias têmtem sido propostasproposta para o segundo elemento do nome, Yaga, que continuaainda tão etimologicamentecontinua problemática, contudo um claro consenso entre estudiosos teve resultado relativamente satisfatório. Um exemplo disso é que no [[século XIX]] [[Alexander Afanasyev]] propôs a derivação do proto-eslavo ''{{lang|sl|*ǫžь}}'' ("serpente") e do [[sânscrito]] {{lang|sa|अहि}}, ''ahi'' ("serpente", "cobra"). Esta etimologia tinha sido subsequentemente explorada por outros estudiosos no século XX.{{sfnp|Johns|2004|page=10}}
 
Originalmente concebida como uma entidade benfazeja, ao longo do tempo foram lhe atribuindo um caráter sinistro.
420

edições