Diferenças entre edições de "Federação Portuguesa de Ciclismo"

sem resumo de edição
 
Fundada a 14 de dezembro de 1899 sob a denominação ''União Velocipédica Portuguesa'', teve como comissão instaladora os membros [[Bernardo Homem Machado de Figueiredo de Abreu Castelo Branco]], 2.° [[Conde de Caria]] (presidente), A. Magalhães Peixoto (tesouraria), Anselmo Sousa (vice-presidente), [[Carlos Callixto]] (secretário),<ref>{{citar web|título=Conferência de homenagem a Carlos Callixto (1913-2013)|url=http://www.idesporto.pt/noticia.aspx?id=500|publicado=[[Instituto do Desporto e Juventude]]|acessodata=31 de julho de 2016|data=30 de maio de 2013|autor=Museu Nacional do Desporto|autorlink=Museu Nacional do Desporto}}</ref> Alfredo da Costa Campos (vogal), Jaime Neves (vogal) e Luís Magalhães Fonseca (vogal). A 1 de Janeiro de 1944 passou a designar-se ''Federação Portuguesa de Ciclismo (UVP-FPC)''.<ref name="FPC">{{citar web|título=Memorial do ciclismo em Portugal – Breve história da UVP-FPC|url=http://www.uvp-fpc.pt/ficheirossite/17112011073047.pdf|publicado=Federação Portuguesa de Ciclismo|acessodata=31 de julho de 2016}}</ref>
 
A 3029 de Novembronovembro de 2019, foi agraciadoagraciada com o grau de Membro-Honorário da [[Ordem do Infante D. Henrique]].<ref>{{citar web |url=http://www.ordens.presidencia.pt/?idc=153 |título=Entidades Nacionais Agraciadas com Ordens Portuguesas|data=|publicado=Presidência da República Portuguesa|acessodata=20192020-0301-0829 |notas=Resultado da busca de "União Velocipédica Portuguesa - Federação Portuguesa de Ciclismo".}}</ref>
 
== Presidentes ==
| [[Bernardo Homem Machado de Figueiredo de Abreu Castelo Branco]], 2.° [[Conde de Caria]]
|[[File:O Conde de Caria - Illustração Portugueza (15Jan1912) (cropped).png|60px|]]
| Dezembrodezembro de 1899 – março de 1911
|-
| José Pontes
| Carlos Alberto Simões
|
| Abrilabril de 1929 – junho de 1929
|-
| Mário Nunes de Carvalho
|
| Setembrosetembro de 1929 – dezembro de 1929
|-
| Vítor Alves
|
| Janeirojaneiro de 1930 – abril de 1930
|-
| Pedro José de Moura
|
| Maiomaio de 1930 – 27 de junho de 1930
|-
| Benvindo Cardoso
| Artur Manuel Moreira Lopes
| [[Imagem:Artur M. Lopes.jpg|80px]]
| Dezembrodezembro de 1992 – 2012
|-
| Delmino Albano Magalhães Pereira
== Emblemas ==
[[File:EmblemasUVP-FPC.png|thumb|600px|Evolução histórica do emblema da UVP-FPC]]
Ao longo da sua existência, a Federação possuiu diversos emblemas e insígnias, que corresponderam às diversas épocas históricas, realidades sociais e enquadramentos políticos. Assim, a primeira insígnia foi adoptadaadotada no ano de 1900, onde realçam as cores da bandeira nacional da altura, o azul e branco em duas faixas horizontais, inseridas num círculo com rebordo dourado e separadas por uma faixa também dourada, onde sobressaem as iniciais (U.V.P.) da então designada União Velocipédica Portuguesa.<ref>"O Tiro Civil", nº 189, de 1 de Julho de 1900</ref> Com a implantação da República em 1910 e já sob a vigência do presidente Dr.José Pontes (1911), o emblema mantém-se com a mesma configuração, mas alterando as cores monárquicas para o verde e vermelho da nova bandeira republicana. Em 1944, com a adopçãoadoção da designação de Federação Portuguesa de Ciclismo (UVP-FPC), é acrescentado o escudo nacional no meio e a figura de um ciclista e a inscrição da nova designação em todo o bordo do emblema. Nos anos 50-60, o emblema sobre nova metamorfose, passando as cores da bandeira a serem representadas verticalmente, orladas por um círculo amarelo com a inscrição do nome. Já no Séc.XXI (2000), é criado novo logo-tipo, que vigora ainda hoje, com uma representação moderna e estilizada de um ciclista com as cores nacionais e a as iniciais UVP-FPC sob o mesmo.
 
{{Referências|col=2}}