Batalha das Malvinas: diferenças entre revisões

19 bytes adicionados ,  2 de fevereiro de 2020
sem resumo de edição
m (Pontuação.)
A visibilidade estava no seu máximo, o mar estava calmo, com uma suave brisa a noroeste e o céu estava claro e ensolarado. Os cruzadores da esquadra alemã haviam sido detectados no início do seu avanço. Por volta das nove horas da manhã, os cruzadores britânicos estavam a perseguir cinco dos navios alemães. Todos, exceto os auxiliares ''Dresden'' e ''Seydlitz'', foram caçados e afundados pela esquadra britânica.
 
== Histórico da Batalha ==
Para a Batalha da Malvinas, o plano de ataque de Spee exigia que o Gneisenai e o Nürnberg seguissem para Port Stanley no meio da manhã para dar cobertura aos destacamentos que desembarcariam, a fim de destruir a estação de rádio sem fio e outras instalações navais, enquanto outros três cruzadores alemães forneceriam apoio de artilharia adicional a certa distância. A esquadra de Spee então se aproximou de Port Stanley, supondo que o mesmo estava vazio; ao constatar que não era o caso, cancelou os desembarques e ordenou imediatamente que a esquadra se reagrupasse no mar, mas não antes que do Scharnhorst tivesse efetuado os primeiros disparos da batalha, tendo como alvo o Canopus a uma distância de 12 800 metros. Quando ficou claro que a Força Britânica incluía dois cruzadores de batalha, Spee decidiu fugir em vez de lutar.{{carece de fontes|data=agosto de 2017}}
 
 
== Ver também ==
* [[Lista de batalhas da Primeira Guerra Mundial]]
 
{{referências}}
 
{{esboço-batalha}}
{{Portal3|Alemanha|Guerra|Náutico|Reino Unido|Primeira Guerra Mundial}}
 
[[Categoria:História das Ilhas Malvinas]]
[[Categoria:Batalhas navais da Primeira Guerra Mundial]]
[[Categoria:1914 na América do Sul]]
[[Categoria:Batalhas da Primeira Guerra Mundial em 1914]]
[[Categoria:Batalhas navais da Primeira Guerra Mundial]]
[[Categoria:História das Ilhas Malvinas]]
8 511

edições