Diferenças entre edições de "Música da Bahia"

 
==Final do século XIX - o samba levado ao Rio de Janeiro ==
{{Imagem dupla|right|Tia Ciata Minc.png|170|Xisto Bahia by Arquivo Nacional restored.pdfpng|150153|[[Tia Ciata]]: o [[samba]] baiano no [[Rio de Janeiro]].|[[Xisto Bahia]], o primeiro sucesso nacional.}}
Em 17 de junho 1872, [[Hilário Jovino Ferreira]], pernambucano criado na Bahia, chega ao Rio de Janeiro e ali encontra um racho que o faz recordar dos bailes pastoris comuns em terras baianas, especialmente na capital onde culminavam com festejo no dia 6 de janeiro no bairro da [[Lapinha (Salvador)|Lapinha]].<ref name=lisboa/> Hilário se juntava, na então capital do Império, ao grupo de baianos que iria forjar e expandir para todo o país uma cultura popular que mais tarde seria "um elemento identificador da nossa nacionalidade, o samba", no dizer de Lisboa Jr.<ref name=lisboa/>