Diferenças entre edições de "Plataforma Gagarin"

8 bytes adicionados ,  23h04min de 16 de fevereiro de 2020
m
traduzindo nome/parâmetro nas citações, outros ajustes
m (traduzindo nome/parâmetro nas citações, outros ajustes)
{{coor title dms|45|55|13|N|63|20|32|E|type:landmark}}
 
[[Imagem:Soyuz expedition 19 launch pad.jpg|thumb|right|350px|Trincheira de chamas da '''Plataforma Gagarin'''.]]
 
'''Plataforma Gagarin'''<ref name="CNDL1">{{citar web|url=http://www.chinadaily.com.cn/english/doc/2004-10/13/content_381791.htm|título=U.S. Shuttles may resume ISS flights in May|primeiro=|último=|publicado=China Daily|acessodata=21/03/2013}}</ref> [[Língua russa|em russo]] ''Гагаринский старт'', literalmente ''Lançador Gagarin'', é uma das [[Plataforma de lançamento|plataformas de lançamento]] do [[Cosmódromo de Baikonur]] no [[Cazaquistão]], usada no [[programa espacial soviético]], e hoje em dia administrado pela [[Agência Espacial Federal Russa]].
LC-1 foi danificada várias vezes por explosões de foguetes durante seus anos iniciais. Em 2016, o acidente mais recente que ocorreu na plataforma foi a tentativa de lançamento da [[Soyuz T-10-1]] em setembro de 1983, que acabou num desastre quando o foguete pegou fogo nos preparativos de pré-lançamento e explodiu, causando um dano severo que deixou a LC-1 inoperável por quase um ano.
 
De 2019, a [[Plataforma Gagarin]] vai realizar mais dois voos tripulados em julho e setembro, antes de ser aposentada pelo governo Russo devido a falta de orçamento.<ref>{{Citecitar web|url=https://arstechnica.com/science/2019/04/gagarins-start-nears-the-end-historic-launch-pad-to-be-decommissioned/|titletítulo=Russia may soon decommission the world’s most historic launch pad|lastúltimo =Berger|firstprimeiro =Eric|datedata=23-04-2019|website=Ars Technica|languagelíngua=en-us|access-dateacessodata=23-04-2019}}</ref> Entretanto, as missões tripuladas usarão o novo foguete [[Soyuz-2 (foguete)|Soyuz-2]], que é lançado da [[Cosmódromo de Baikonur Plataforma 31|Área 31]]. A primeira missão tripulada da Área 31 desde 2012 será a [[Soyuz MS-16]], em 2020.
 
==Galeria==