Diferenças entre edições de "Véu da ignorância"

23 bytes adicionados ,  20h05min de 19 de fevereiro de 2020
m
sem resumo de edição
m
m
Spencer J. Maxcy descreve o conceito da seguinte maneira:
 
''Imagine que você definiu para si a tarefa de desenvolver um contrato social totalmente novo para a sociedade atual. Como você pôde fazer isso de maneira justa? Embora você nunca possa realmente eliminar todos os seus preconceitos e preconceitos pessoais, seria necessário tomar medidas pelo menos para minimizá-los. Rawls sugere que você se imagine em uma posição original por trás de um véu de ignorância. Por trás desse véu, você não sabe nada de si mesmo e de suas habilidades naturais ou de sua posição na sociedade. Você não sabe nada sobre sexo, raça, nacionalidade ou gostos individuais. Por trás desse véu de ignorância, todos os indivíduos são simplesmente especificados como seres racionais, livres e moralmente iguais. Você sabe que, no "mundo real", no entanto, haverá uma grande variedade na distribuição natural de recursos e habilidades naturais e que haverá diferenças de sexo, raça e cultura que distinguirão grupos de pessoas de cada um. outro.''<ref>{{Cite book|url=https://books.google.com/books?id=YEpQCwAAQBAJ&dq|title=Ethical School Leadership|last=Maxcy|first=Spencer J.|publisher=|year=2002|isbn=|location=|page=93|quote=|via=}}</ref>
 
=== Argumentos ===
Argumentou-se que esse conceito pode ter grandes efeitos se for praticado no presente e no passado. Referindo-nos novamente ao exemplo da escravidão, se os donos de escravos foram forçados a atravessar o véu da ignorância a imaginar que eles próprios podem ser escravos, então de repente a escravidão não parece mais justificável. Um exemplo maior seria se cada indivíduo da sociedade baseasse suas práticas no fato de que elas poderiam ser o membro menos favorecido da sociedade. Nesse cenário, liberdade e igualdade poderiam coexistir de uma maneira que tem sido o ideal de muitos filósofos.<ref>{{cite web|url=http://andreaskluth.org/2009/10/28/the-veil-of-ignorance-another-great-thought-experiment|title=The veil of ignorance: great thought experiment|accessdate=28 August 2017}}</ref> Por exemplo, na sociedade imaginária, alguém pode ou não ser inteligente, rico ou nascido em uma classe preferida. Como alguém pode ocupar qualquer posição na sociedade uma vez que o véu é levantado, o dispositivo obriga as partes a considerarem a sociedade da perspectiva de todos os membros, incluindo os que estão em situação de pior e melhor.
 
367

edições