Diferenças entre edições de "Nelson Sargento"

21 bytes adicionados ,  03h40min de 27 de fevereiro de 2020
melhoria de estilo e uma info (prsidente de honra da mangueira)
(Removida propaganda)
(melhoria de estilo e uma info (prsidente de honra da mangueira))
}}
 
'''Nelson Sargento''' ([[Rio de Janeiro (cidade)|Rio de Janeiro]], [[25 de julho]] de [[1924]]), nome artístico de '''Nelson Mattos''', é [[compositor]], [[cantor]], pesquisador da [[música popular brasileira]], [[artista plástico]], [[ator]] e [[escritor]] [[brasil]]eiro. Presidente de honra da escola de samba da [[Estação Primeira de Mangueira|Mangueira]]. Sua trajetória na música, na literatura e nas artes são suficientes para vários carnavais<ref name="ebc.com.br">{{citar web|URL = http://www.ebc.com.br/cultura/2014/07/patente-alta-do-samba-nelson-sargento-completa-90-anos|título = Nelson Sargento: 90 anos de um sambista de alta patente|data = 23/07/2014|acessadoem = |autor = Portal EBC|publicado = EBC}}</ref>. Em homenagem aos 90 anos do sambista, o Portal EBC preparou uma matéria especial com entrevistas e vídeos exclusivos do bamba da Mangueira.<ref>{{citar web|URL = http://www.ebc.com.br/cultura/2014/07/patente-alta-do-samba-nelson-sargento-completa-90-anos|título = Nelson Sargento: 90 anos de um sambista de alta patente|data = |acessadoem = |autor = |publicado = }}</ref>&nbsp;
 
O ''Sargento'', do autor do samba ''Agoniza mas não morre'' (de [[1979]]), corresponde, na verdade, à mais alta graduação que o cidadão Nélson Mattos atingiu quando serviu ao [[Exército brasileiro]]. Viveu durante longos anos nos [[morros]] da cidade do Rio de Janeiro. Atualmente vive na [[Tijuca]] e é considerado cidadão do mundo, já que sua música é conhecida, pelo menos, nas [[Américas]] e no [[Japão]]. Casado com Evonete Belizario Mattos. É pai de seis filhos biológicos e três adotivos, além de ter criado vários filhos e filhas do coração. É empresariado e agenciado, com exclusividade, pela produtora Conexão Social Produções, que tem como sócios seu filho caçula Ronaldo Mattos e sua nora Lívea Mattos. O compositor mangueirense possui, aproximadamente, quatrocentas músicas em seu [[repertório]]. Mudou-se do [[Morro do Salgueiro]] para o [[Mangueira (cidade do Rio de Janeiro)|Morro da Mangueira]] aos 12 anos de idade. Nelson Sargento milita pelo samba desde os anos 1950, quando o gênero era marginalizado<ref name="ebc.com.br"/>.
É um ilustre torcedor do {{Futebol Vasco}}, tendo participado do Megashow comemorativo dos 113 anos do clube, onde apresentou sua música "Casaca, Casaca", exaltando seu amor pelo Vasco.<ref>{{Citar web |url=http://www.supervasco.com/noticias/cerca-de-250-vascainos-estiveram-no-lancamento-de-dvd-do-vasco-140502.html# |titulo=Cópia arquivada |acessodata=27 de julho de 2012 |arquivourl=https://web.archive.org/web/20141107152809/http://www.supervasco.com/noticias/cerca-de-250-vascainos-estiveram-no-lancamento-de-dvd-do-vasco-140502.html# |arquivodata=7 de novembro de 2014 |urlmorta=yes }}</ref>
 
Em 2017 teve seu show Nelson Sargento coM vida eleito, com o acompanhamento do Grupo Reduto e participações de Monarco, Criolo,Diogo Nogueira, Sandra de Sá, Denegrindo e Alcione, por votação popular, segundo o Guia ''Folha de S.Paulo'', como o melhor show nacional de 2017. Em 2018, o show Nelson Sargento coM vida , aconteceu no Teatro da UFF, em Niterói, com acompanhamento do Coletivo Sindicato do Samba e participações de Áurea Martins e Edil Pacheco. No Rio de Janeiro, tem acontecido na Sala Baden Powell, com acompanhamento do Coletivo Sindicato do Samba, já teve a participação da soprano Anatasha Meckenna e no dia 3 de outubro, contará com as participações da baluarte do samba Geovana e da jovem e muito talentosa , cantora e compositora Priscila Tossan.
 
Em 2017 com a realização da Fundação Cesgranrio foi o anfitrião do Projeto Griôs da Cultura Popular Brasileira , do qual participaram os griôs Monarco, Rubem Confete, Tantinho da Mangueira e Tia Maria do Jongo. O projeto consistiu no encontro em uma roda de diálogo, dos griôs com crianças e jovens da Favela da Mangueira. Em 2018 o projeto continua , também com a realização da Fundação Cesgranrio, dessa vez na Casa do Jongo, na Serrinha.
 
Em janeiro de 2018, lançou um canal no [[Youtube]].<ref>[https://noticias.bol.uol.com.br/ultimas-noticias/brasil/2018/02/22/aos-93-anos-sambista-nelson-sargento-lanca-canal-no-youtube.htm Aos 93 anos, sambista Nelson Sargento lança canal no YouTube]</ref>
278

edições