Diferenças entre edições de "Mula sem cabeça"

1 150 bytes adicionados ,  12h21min de 3 de março de 2020
m
Desfeita(s) uma ou mais edições de 2804:d47:2e1c:f100:8c38:df2b:2ec8:8eba, com Reversão e avisos
(Apliquei umas imagens e colei o cobeçalho de uma escola)
Etiquetas: Editor Visual Remoção considerável de conteúdo
m (Desfeita(s) uma ou mais edições de 2804:d47:2e1c:f100:8c38:df2b:2ec8:8eba, com Reversão e avisos)
{{Sem notas|data=agosto de 2019}}
[[Ficheiro:Mula Sem Cabeça.svg|alt=MULHER DO PADRE VIRÕU BICHO E PERDEU A CABEÇA|miniaturadaimagem|383x383px|MULA SEM CABEÇA DEVERES INFANTIS]]
[[Ficheiro:Mula Sem Cabeçasss.jpg|alt=|miniaturadaimagem|Representação alternativa da mula sem cabeça ]]
<big>CONTOS INFANTIS</big>
'''Mula sem Cabeça''' é um personagem do folclore brasileiro. Na maioria dos contos, é o [[fantasma]] de uma mulher que foi [[Maldição|amaldiçoada]] por ter se entregado com um padre e foi condenada a se transformar em uma Mula sem Cabeça que tem fogo ao em vez de uma cabeça, galopando através dos campos desde o sol de quinta-feira até o nascer do sol de sexta-feira. O mito tem várias variações em relação ao pecado que transformou a mulher amaldiçoada em um monstro.
 
== História ==
E todos os sertanejos sabem do que se trata. Em um dos mais populares livros de exemplos na [[Idade Média]], o Scala Celi, de Johanes Gobi Junior, há o episódio em que a hóstia desaparece das mãos do celebrante porque a concubina assiste à missa (Studies in the Scala Celi, de Minnie Luella Carter, dissertação para o doutorado de Filosofia na [[Universidade de Chicago]], 1928). [[Gustavo Barroso]] supõe que a origem do mito provenha do uso privativo das mulas como animais de condução dos prelados, com registros no documentário do século XII
 
== Ver também ==
# Colégio Purificação
{{wikcionário}}
# Aluna:ROBERTA
* [[Cavaleiro sem cabeça]]
# PROFESSORA:Jacqueline
* [[Cumacanga]]
# DATA:03/03/20
* [[Curupira]]
# Série:2 ano 'B'
 
== Ligações externas ==
* {{Link||2=http://jangadabrasil.com.br/revista/galeria/imagem/mula.jpg |3=imagem da mula sem cabeça}}
* {{Link||2=http://sitio.globo.com/Sitio/0,25203,4316-p-211293,00.html |3=A mula sem cabeça |4=no programa de TV brasileiro [[Sítio do Picapau Amarelo]]}}
* {{Link||2=http://www.everything2.com/index.pl?node_id=1460559 |3=Mythical Brazilian creatures, |4=Everything2.com}} (''The Headless Mule'', "A Mula Sem-cabeça", é um dos mitos brasileiros descritos)
 
== Bibliografia ==
* [[Luís da Câmara Cascudo|CASCUDO, Luís da Câmara]]. ''[[Dicionário do Folclore Brasileiro]]''. 4º edição. [[Rio de Janeiro (estado)|Rio de Janeiro]], Tecnoprint, [[1972]].
 
{{Lendas do folclore brasileiro}}
78 670

edições